Acidentes com motos saltam de 8% para 33% em 17 anos; em Pará de Minas situação preocupa Bombeiros

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Em 2000 o percentual de mortes de motociclistas em acidentes de trânsito no Brasil era de 8,3. Oito anos mais tarde, o número subiu para 24,8%; e em 2017, novo aumento, para 33,4%. Os dados são do Boletim Proadess elaborado pela Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O estudo mostrou também que o Sistema Único de Saúde (SUS) gastou em 2017, R$ 260 milhões com internações por acidentes de trânsito. E 63% do valor gasto foi destinado a motociclistas.

Em Pará de Minas a situação não é diferente, como o Portal GRNEWS publicou há algumas semanas. Dos 181 atendimentos de acidentes de trânsito feitos pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) nos sete primeiros meses do ano, 143 envolveram motocicletas.

A causa de tanto acidente e o aumento constante no número de acidentados e até mortos, a cada mês? A imprudência, como conta o comandante da 2ª Companhia do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais em Pará de Minas, capitão Lucas Ribeiro Maia:

Lucas Ribeiro Maia
lucasribeiroacidmoto1

Os acidentes ocorrem na maioria das vezes por falta de atenção e querer chegar mais rápido ao destino. Capitão Maia lembra que todos são responsáveis pelo trânsito:

Lucas Ribeiro Maia
lucasribeiroacidmoto2


O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT) pagou, de 2009 a 2018, 17.501 indenizações para óbitos em desastres com motos só em Minas Gerais. A média é de quatro acidentes envolvendo motocicleta no estado por dia. O comandante lembra que na motocicleta o condutor é o para-choque do veículo:

Lucas Ribeiro Maia
lucasribeiroacidmoto3

Ainda de acordo com o DPVAT, em dez anos foram mais de 257 mil pessoas indenizadas por serem vítimas de desastres de trânsito que as deixaram permanentemente incapacitadas com diferentes graus de gravidade. Em média 70 pessoas por dia ficaram definitivamente impossibilitadas de trabalhar e ter a vida normal que tinham antes.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!