Risco de queimadas e incêndios florestais após o período chuvoso preocupa e Bombeiros pedem que população denuncie

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O município de Pará de Minas convive neste início de ano com o período chuvoso. A população torce para que as águas continuem caindo na região para reabastecer o Ribeirão Paciência e o Córrego dos Paivas, de onde está sendo captada a água para abastecer os paraminenses. Também está sendo usada água dos poços artesianos.

Os paraminenses já enfrentaram tempos de críticos de crise hídrica e racionamento de água, por isso estão cientes que esses mananciais e poços não conseguem abastecer a cidade em tempos de estiagem.

A concessionária Águas de Pará de Minas investiu mais de R$ 40 milhões para construir uma adutora e captar água no Rio Paraopeba para abastecer a cidade, mas foi obrigada a interromper essa captação na noite de 29 de janeiro de 2019. Dois dias depois o Governo de Minas Gerais confirmou que a água do Rio Paraopeba está contaminada e oferece riscos a saúde humana e animal.

Tudo isso foi causado pela tragédia da mineradora Vale em Brumadinho, onde uma de suas barragens rompeu em 25 de janeiro. Além de centenas de mortes, provocou dano ambiental e contaminou o rio com seus rejeitos.

Mas também é sabido que esse período chuvoso vai cessar em pouco tempo ou alternar pancadas de chuva e com dias ensolarados. Por isso o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) alerta para os riscos de incêndios florestais.

O comandante da unidade do Corpo de Bombeiros em Pará de Minas tenente Cleyton Batista de Jesus afirma que o trabalho de prevenção é feito sistematicamente, mas infelizmente as queimadas ainda são comuns no município:


Tenente Cleyton Batista de Jesus
tenentecleytonqueimadas1

Outro fator complicador para o combate de incêndios florestais em Pará de Minas é o grande número de montanhas que circundam o município. Esse tipo de topografia dificulta o acesso dos Bombeiros aos locais para combater as chamas:

Tenente Cleyton Batista de Jesus
tenentecleytonqueimadas2

Tenente Cleyton Batista de Jesus pede que a população paraminense fique atenta aos locais onde ocorrem queimadas com maior frequência e denunciem os incendiários para que sejam punidos conforme previsto lei:

Tenente Cleyton Batista de Jesus
tenentecleytonqueimadas3

As denúncias sobre queimadas ou incêndios florestais podem ser feitas diretamente pelo telefone 193 do Corpo de Bombeiros em Pará de Minas. Quem preferir pode denunciar através do 181 – Disque Denúncia Unificado (DDU). O sigilo é garantido.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!