Agronegócio fecha o ano de muitas crises como um dos pilares da economia brasileira

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

vaca_leite_produtor_rural_agro
O ano de 2015 foi marcado por muitos altos e baixos e nesta reta final a crise política vem contabilizando novos e inéditos capítulos. Enquanto isso, o setor produtivo continua lutando pela sobrevivência e registrando números negativos.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A indústria, o comércio e a prestação de serviço foram bastante afetados pela inflação, alta do dólar, reajuste nos combustíveis e na energia elétrica. E as previsões para o próximo ano são de continuidade da recessão.

Enquanto isso, o agronegócio segue sendo um dos grandes pilares da economia do país. Mesmo com as adversidades os produtores rurais vêm trabalhando arduamente para atender as demandas.

De acordo com Eugênio Mendes Diniz, presidente do Sindicato Rural Patronal de Pará de Minas, o agronegócio mais uma vez se mostrou sólido e em melhores condições que os demais setores produtivos:

Eugênio Mendes Diniz
eugdin_blagro1

eugdin_blagro
O sindicalista ressalta que a avicultura e a suinocultura fecharam o ano com resultados positivos. Por outro lado, Eugênio Mendes Diniz afirma que a pecuária leiteira foi massacrada pelos laticínios novamente:

Eugênio Mendes Diniz
eugdin_blagro2

Em relação aos hortifrutigranjeiros, o líder sindical disse que o maior problema enfrentado foi à falta d’água provocada pela seca. Eugênio Mendes Diniz frisa que nada pode ser produzido sem o recurso hídrico:

Eugênio Mendes Diniz
eugdin_blagro3

Ironicamente o agronegócio também foi bastante afetado na região Sul do Brasil por causa das enchentes. As plantações foram muito afetadas pela força das águas e as enchentes que devastaram algumas localidades.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!