Professores que não tiveram contratos renovados lotam Câmara Municipal e discussões esquentam

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

camara_reuniao_professores
A reunião da Câmara Municipal realizada na segunda-feira (1º) foi palco de muitas discussões entre os vereadores de oposição e situação. O assunto debatido foi a não renovação do contrato de professores da rede municipal de ensino.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Dezenas de servidoras foram até a sede do Poder Legislativo e cobraram uma solução. Elas alegaram que o processo de designação levantou muitas dúvidas e se consideraram injustiçadas pela Secretaria Municipal de Educação.

O vereador Rodrigo Varela Franco entrou com um requerimento pedindo esclarecimentos sobre as medidas adotadas pelo município em relação as profissionais da área da Educação:

Rodrigo Varela Franco
rodvar_prfs

O vereador Marcos Aurélio dos Santos disse que votou a favor do projeto que autoriza a recontratação dos servidores contratados, enviado pela prefeitura no final do ano passado.

Segundo ele, apenas o prefeito tem o poder perante a lei de convocar um concurso público para preenchimento de vagas e caso a matéria não fosse aprovada o sistema municipal de ensino em 2016 estaria um caos:

Marcos Aurélio dos Santos
marcaur_prfs

Segundo os vereadores, o grande problema foi uma ação do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) na Comarca de Pará de Minas, exigindo que o prefeito Antônio Júlio de Faria dispense os contratados e realize novo concurso público.

O vereador Flávio Medina Neto citou trechos do processo e disse que o chefe do Poder Executivo Municipal chegou a dizer que ele foi responsável pela demissão de servidores da área da educação que não tiveram os contratos renovados:

Flávio Medina Neto
flavmed_prfs

O vereador Antônio Linhares Villaça também afirmou que nunca votou favor da não contratação de servidores públicos. Ele ressalta que as informações ditas a seu respeito foram forjadas para prejudicar sua imagem:

Antônio Linhares Villaça
antvil_prfs

O vereador Geraldo Luiz Batista também fez questionamentos sempre baseados nos autos da ação do MPMG. De acordo com ele o prefeito deveria convocar os aprovados no concurso de 2007 e evitar os transtornos na contratação de professores:

Geraldo Luiz Batista
gerluiz_prfs

O vereador Marcílio Magela de Souza recebeu as professoras na Câmara Municipal e intermediou uma reunião com o prefeito Antônio Júlio de Faria. Ele garante que só tentou ajudar a categoria:

Marcílio Magela de Souza
marcmag_prfs

O presidente da Câmara Municipal, Geovane Cardoso Correia, disse ter recebido algumas reclamações por parte de servidores contratados. Porém, ele frisou que estas questões são da alçada do Poder Executivo:

Geovane Cardoso Correia
geovcard_prfs1

Ele fez uma avaliação positiva da reunião Ordinária do Poder Legislativo e informou que foram aprovados apenas vinte e dois requerimentos. Projetos de lei ainda estão tramitando nas comissões e serão votados em breve:

Geovane Cardoso Correia
geovcard_prfs2

A próxima reunião da Câmara Municipal de Pará de Minas será realizada na próxima quinta-feira (11), a partir das 18h. Ela foi adiada por causa do feriado de Carnaval.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!