Liberação total da ponte da rua Antônio Carlos continua dependendo de recursos de Brasília

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

ponte_antoniocarloslb2
Continua o impasse para a conclusão da obra de reforma da ponte da rua Antônio Carlos, no bairro São Cristóvão, em Pará de Minas. A benfeitoria que deveria demorar alguns meses já tem mais de um ano.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O projeto foi elaborado no ano de 2011, durante a administração do ex-prefeito Zezé Porfírio. Os recursos foram conseguidos por ele junto ao Governo Federal, em Brasília. De lá para cá a foram muitos entraves para que o serviço fosse concluído.

Atrasos nos repasses da União, períodos chuvosos, alteração de projetos, entre outros. Chegou ao ponto do prefeito Antônio Júlio de Faria acionar o setor de engenharia e autorizar a liberação da via para carros de menor porte.

Atualmente a ponte que liga os bairros Nossa Senhora de Fátima e São Cristóvão está liberada para carros pequenos. Para ser concluída a obra depende da instalação de tirantes.

Segundo o vice-prefeito e secretário municipal de Obras e Infraestrutura, Geraldo Magela Almeida, a burocracia continua dificultando a liberação da última parcela da verba para a empreiteira responsável:

Geraldo Magela Almeida
germag_ptcrl1

Ele ressalta que a prefeitura ainda não pode liberar o tráfego de caminhões na ponte da rua Antônio Carlos porque depende dos últimos detalhes e da liberação do engenheiro responsável técnico:

Geraldo Magela Almeida
germag_ptcrl2

A última parcela para instalação dos tirantes será de R$ 170 mil e para ser liberada é preciso que um projeto de instalação dos tirantes seja apresentado. A prefeitura também deve prestar contas de como foram gastos os recursos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!