Mesmo na onda verde do Minas Consciente, Pará de Minas decide manter decreto com restrições

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Os números de casos diários registrados de Covid-19, a diminuição na ocupação de leitos de tratamento exclusivo para pacientes diagnosticados com a doença e o avanço na imunização fizeram com que a macrorregião Oeste fosse classificada, a partir deste sábado, 31 de julho, na onda verde do Minas Consciente. Esta é a etapa mais flexível do plano estadual, que visa a retomada segura da economia.

Com isso, como o Portal GRNEWS já adiantou, eventos podem ter a presença de ainda mais pessoas. Mesmo com as flexibilizações é imprescindível manter as medidas de prevenção para evitar aumento nos casos.

Porém, para que a cidade avance para a onda verde, é preciso um decreto municipal. Atualmente está em vigor o Decreto nº 11.643/2021, de 26 de julho. Ele manteve todas as restrições do documento anterior, com intuito de orientar a população em geral.

Com a inclusão na onda verde, o Portal GRNEWS ouviu o procurador-geral do Município Hernando Fernandes da Silva a respeito de novas flexibilizações. Segundo ele, serão analisadas as deliberações do Estado, para repassar ao Comitê municipal e só então tomar uma decisão. Ao menos até a próxima semana, o decreto não será alterado:


Hernando Fernandes da Silva

hernandoferndecrondv1

O retorno presencial das aulas já foi autorizado em Pará de Minas e mesmo na onda verde do Minas Consciente, é preciso manter todas as medidas de prevenção já previstas em um protocolo criado por uma comissão especial:

Hernando Fernandes da Silva
hernandoferndecrondv2

O Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde da Covid-19 deve se reunir na próxima semana para definir possíveis flexibilizações.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!