Prefeitura de Pará de Minas paga salário de janeiro nesta quinta

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Um ato que deveria ser absolutamente normal em uma relação de empregador e empregado que prevê o pagamento em dia dos salários acaba se tornando exceção nas prefeituras mineiras e também para os servidores do Governo de Minas Gerais.

Na tarde desta quarta-feira, 30 de janeiro, a prefeitura de Pará de Minas emitiu uma nota informando que creditará nesta quinta-feira (31), os salários dos servidores públicos municipais referentes ao mês de janeiro.

Na nota a gestão municipal cita que o pagamento será antecipado mais uma vez, apesar da grave crise financeira que atinge o município. Com quase R$ 35 milhões a receber do governo estadual, em recursos atrasados para as áreas da saúde, educação e assistência social, a prefeitura tem honrado o pagamento dos salários do funcionalismo municipal.

A prefeitura de Pará de Minas está entre um número seleto de municípios mineiros que estão conseguindo pagar em dia os salários dos servidores. Em muitas cidades os prefeitos estão atrasando salários e muitos não conseguiram pagar o 13º salário. Os servidores paraminenses também receberam o salário extra no dia 18 de dezembro.

A situação financeira dos municípios mineiros se complicou após o ex-governador Fernando Pimentel (PT) reter os recursos que eram repasses obrigatórios para os municípios. No caso de Pará de Minas essa dívida do Estado para com o município soma quase R$ 35 milhões.

A lua de mel dos prefeitos com o governador Romeu Zema (Novo) durou pouco. Tanto que no dia 21 de janeiro foi realizada uma assembleia de prefeitos promovida pela Associação Mineira de Municípios (AMM) para pressionar o governador, que estaria atrasando em alguns os repasses.

Na ocasião a AMM recomendou que os gestores municipais adiassem o início do ano letivo para depois das festividades de carnaval. Porém, muitos municípios descartaram essa recomendação. Em Pará de Minas as aulas nas escolas da rede municipal terão início na segunda-feira, 4 de fevereiro.

Por sua vez o Governo de Minas Gerais também não conseguiu equacionar as contas. Romeu Zema continua pagando parceladamente os salários dos servidores estaduais e esta semana ele anunciou que pagará o 13º salário, que não foi quitado pela gestão anterior, em 11 parcelas. A primeira será paga no primeiro dia útil após o dia 20 de fevereiro e a última no mês de dezembro, quando o governo terá a obrigação de pagar o 13º salário referente a 2019.

Quanto à dívida deixada pelo governador Fernando Pimentel com os municípios mineiros, estimada pela AMM em R$ 12,7 milhões, o governador Romeu Zema disse que não tem como pagar. Ele garantiu apenas fazer os repasses constitucionais ao longo de seus quatro anos de mandato.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!