Sedentarismo e hábitos alimentares inadequados provocam aumento no número de pessoas obesas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Com base em levantamentos, a Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta a obesidade como um dos maiores problemas de saúde pública em todo o mundo.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Estudo publicado na revista científica The Lancet mostrou que a população acima cresceu consideravelmente nas últimas décadas. Até entre crianças e adolescentes a situação também é preocupante.

A expectativa é de que no ano de 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso e mais de 700 milhões de obesos. Se nada for feito o número de crianças com sobrepeso e obesidade pode chegar a 75 milhões.

No Brasil, a obesidade vem crescendo cada vez mais e o país aparece em 5º lugar no ranking. O obeso tem mais propensão a desenvolver problemas como hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, entre outras.

O excesso de peso pode estar ligado ao fator genético da pessoa, a maus hábitos alimentares, falta de atividade física ou a disfunções endócrinas. Por isso é importante ficar atento e consultar um especialista.

A nutricionista Fernanda Medina alerta para a importância das famílias ficarem mais atentas ao que consomem diariamente. Ressalta que a obesidade é considerada uma doença que causa problemas inflamatórios:


Fernanda Medina
obesidadefernanda1

Ela explica que os pais ou responsáveis precisam analisar a qualidade dos alimentos fornecidos para crianças e adolescentes. Assim como os adultos, os mais jovens precisam de uma boa nutrição e de exercícios físicos regulares:

Fernanda Medina
obesidadefernanda2

Revela que alguns alimentos industrializados mascaram gorduras e açúcares que podem fazer mal a saúde. Além das calorias, é preciso analisar outros detalhes para evitar o excesso de peso e as consequências disso:

Fernanda Medina
obesidadefernanda3

Os especialistas sempre orientam a população a dar preferência aos alimentos naturais como frutas, verduras e legumes. É preciso ser muito criterioso com os produtos processados e industrializados.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!