Pará-minenses discutem maneiras para melhorar o atendimento em casos de violência doméstica

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

conf_violenciadmst
Nesta quinta-feira (28) foi realizado um encontro entre os profissionais que fazem parte da rede de assistência social as famílias com vulnerabilidade social e que lutam contra a violência doméstica.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Principalmente as mulheres são as maiores vítimas de agressões, ameaças e até assassinatos em muitos casos. As crianças também sofrem com as desavenças e a falta de estrutura em muitos lares.

Todas essas questões e um melhor planejamento das ações que visam promover os direitos das vítimas foram debatidos durante a reunião que aconteceu na Uaitec (Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais)

Representantes de cinco municípios que fazem parte da Delegacia Regional de Pará de Minas participaram do evento. Sendo eles: Onça de Pitangui, Papagaio, Pitangui, Florestal e Pará de Minas.

Denise Alencar Donizete de Castro, diretora de Trabalho e Renda da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social de Pará de Minas, ressaltou a importância de mostrar toda a rede disponível principalmente para as mulheres vítimas da violência:
denalerc_vlc

Denise Alencar Donizete de Castro
denalerc_vlc

Fabíola Silva Viana, psicóloga do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) de Pitangui,destacou a importância de todas as equipes participarem desses encontros e melhorar ainda mais os atendimentos:
fablsilv_vlc

Fabíola Silva Viana
fablsilv_vlc

Em Pará de Minas os casos de violência doméstica recebem ajuda por meio do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS).O telefone do órgão é o (37) 3231-5721.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!