Secretário negocia valores para que prefeitura tenha condições de fazer repasses regulares ao HNSC

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Durante a gestão do ex-prefeito Antônio Júlio de Faria (PMDB) a Prefeitura de Pará de Minas não repassou recursos mensais para o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), sejam valores referentes às subvenções ou convênios.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Os valores que deviam ser de R$ 170 mil mensais, durante um ano renderiam o montante aproximado de R$ 2 milhões. No entanto, o envio desses recursos não obrigado por lei e estava condicionado a disponibilidade de dinheiro no caixa do município.

Segundo a gestão passada, a forte queda na arrecadação de impostos inviabilizou o envio de subvenções para as entidades de Pará de Minas, entre elas o único hospital que funciona na cidade.

A situação se agravou no final de 2016, quando os médicos se organizaram e decidiram parar as atividades por falta de pagamento de salários. A categoria alegou que o dinheiro dos atendimentos e dos procedimentos cirúrgicos estava sendo retidos pelo HNSC e sendo gastos no pagamento de funcionários e fornecedores.

Após muita negociação, ficou acertado que o hospital ficaria com parte dos valores retidos como forma dos médicos ajudarem a instituição. O restante dos atrasados foi parcelado e o HNSC contrairia um empréstimo bancário para honrar os pagamentos dos profissionais.

Desde então os médicos voltaram ao trabalho e os atendimentos vêm sendo realizados normalmente. Desde o dia 1º de janeiro a nova gestão assumiu a prefeitura e por isso foi feito um levantamento da situação econômica.

Gilberto Denoziro Valadares da Silva, secretário municipal de Saúde, afirma que durante o primeiro mês de trabalho foi constatada a situação financeira delicada. Porém, todas as providências estão sendo tomadas e um novo contrato de prestação de serviço será firmado com o HNSC:


Gilberto Denoziro Valadares da Silva
hnscgilbertodenozirovaladares1

Ele informa que dentro dos próximos dias deverão ser feitos repasses para a instituição de saúde. No entanto, os valores ainda estão sendo negociados pelas partes para que a verba continue sendo enviada regularmente:

Gilberto Denoziro Valadares da Silva
hnscgilbertodenozirovaladares2

Disse ainda que conhece o HNSC há mais de 40 anos e a entidade nunca deixou de pagar as dívidas apesar dos problemas financeiros. Outro grande problema é o atraso nos repasses federais e estaduais:

Gilberto Denoziro Valadares da Silva
hnscgilbertodenozirovaladares3

Antes de assumir a Secretaria Municipal de Saúde, o médico especialista em Ortopedia Gilberto Denoziro Valadares da Silva atuava como diretor do HNSC e conhece bem as dificuldades enfrentadas pela instituição.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!