Campanha de vacinação contra Febre Aftosa movimenta escritório do IMA em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

ima_escritorio
No dia 1º de novembro começou em todo o estado de Minas Gerais a segunda etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa. Os produtores rurais terão até 30 de novembro para vacinar bovinos e bubalinos com idade de zero a 24 meses.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A primeira etapa de imunização ocorreu em maio deste ano. O produtor que não cumprir a determinação estará sujeito a multa de 25 unidades fiscais do estado de Minas Gerais (Ufemgs) por animal. Isso equivale a R$ 75,27 por cabeça não vacinada.

Para adquirir a vacina basta o produtor se dirigir ao estabelecimento autorizado para a venda do produto, portando a carteira de identidade e o CPF. Para comprovar a imunização do rebanho é necessário preencher o Formulário de Declaração de Vacinação, também conhecido como Carta Aviso de Vacinação.

Basta o produtor acessar o site do IMA, fazer o lançamento das informações (número de bovinos e bubalinos existentes em sua propriedade e os animais imunizados por idade e sexo).

O proprietário do rebanho também tem a opção de declarar a vacinação no escritório do IMA. Neste caso será necessário imprimir o Formulário de Declaração de Vacinação através do site do instituto.

Ele também deverá preencher o documento com os dados do rebanho no campo existente e vacinado. Em seguida é preciso apresentar no escritório o formulário com a nota fiscal de compra das vacinas.

De acordo com Lucas Silva Jardim, chefe do escritório do IMA em Pará de Minas, é grande o movimento de pecuaristas que aderiram a campanha de vacinação:
lucslvjrd_grjs

Lucas Silva Jardim
lucssilv_ima1

Ele explica que a eficácia da vacinação já foi contestada no passado e algumas propriedades foram selecionadas para vistoria. Essa pesquisa poderá ser adotada mais uma vez para comprovar que os rebanhos foram imunizados:

Lucas Silva Jardim
lucssilv_ima2

O produtor rural José Francisco Soares esteve no escritório do IMA, no Parque de Exposições Francisco Olivé Diniz. Ele conta que anualmente imuniza os animais para não ter prejuízos e conseguir manter os negócios:
josfranc_ima

José Francisco Soares
josfranc_ima

O estado de Minas Gerais é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como área livre de febre aftosa com vacinação. O impacto econômico que um rebanho doente pode trazer ao estado é muito grande.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!