Homenagens e apresentações artísticas na abertura das comemorações dos 50 anos da Apae

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Pará de Minas abriu na noite desta segunda-feira, 25 de março, as comemorações alusivas aos 50 anos da instituição.

Jean Santos

Fundada em 26 de março de 1969, hoje a Apae de Pará de Minas é referência no estado pelo serviço especializado prestado a mais de 300 alunos na sede localizada na Rua Inocêncio III, bairro São Francisco e mais de 1.000 atendimentos por mês no Centro Especializado em Reabilitação Física, Intelectual e Autismo (CER II) no bairro São Luiz.


Abrindo as comemorações foi realizada uma grande festa na sede da Apae. Alunos, pais e pessoas que de alguma forma contribuíram para este meio século de história foram homenageados.


Também foi apresenta uma peça teatral pelos produzida e encenada por professores e estudantes contando como nasceu Apae de Pará de Minas, passando por todas as etapas importantes até esta comemoração dos 50 anos.

Jean Santos

Uma exposição também ganhou destaque na área de recreação apresentando fotografias que retratam parte da história da associação.

Jean Santos

Para a presidente Sílvia Lima este é um momento marcado por emoção e alegria. Há 32 anos ela entrou para a Apae, pois sua filha Isabella Lima, precisava de cuidados especiais e foi a associação quem ajudou a família:


Sílvia Lima
silvialima50anos

O deputado federal Eduardo Barbosa foi um dos convidados de honra nas comemorações dos 50 anos da Apae de Pará de Minas. Em 1986 ele ingressou na entidade como médico voluntário e depois foi presidente até 1994.


Foi ele também quem fundou e presidiu por cinco mandatos a Federação das Apaes de Minas Gerais que tem hoje mais de 400 afiliadas e atende aproximadamente 80 mil pessoas com algum tipo de deficiência.

O parlamanter paraminense acredita que nenhum fundador imaginou o quanto a Apae de Pará de Minas cresceria e isso fica hoje como lição e exemplo para as gerações atuais:

Jean Santos

Eduardo Barbosa
eduardo50anos

Valterci Ribeiro é muito conhecido entre os paraminenses. Desde criança ele faz acompanhamento na Apae. Hoje com 46 anos é praticamente independente e adora participar das oficinas realizadas na associação.


Mas isso nem sempre foi assim. Roselínia de Paulo Ribeiro é aposentada e irmã do Valterci. É ela quem cuida dele desde criança e a Apae ajudou a família inteira a aprender a lidar com as limitações dele:


Rosalínia de Paulo Ribeiro
rosalinia50anos


As comemorações dos 50 anos da Apae continuarão durante o ano de 2019. Ao longo desta semana, a associação estará aberta a visitação. Quem quiser conhecer os trabalhos desenvolvidos há 50 anos pode agendar uma visita pelo telefone (37) 3232-1024.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!