Pará-minenses precisam ajudar no combate ao Aedes aegypti

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

dengue_entulho_lixo
O combate ao mosquito Aedes Aegypti transmissor da Dengue, Zika vírus e Febre Chicungunya é uma batalha que parece não ter fim. Mesmo com esforços em retirar todo objeto que possa acumular água e servir de criadouro para o inseto, sempre são encontrados muitos materiais armazenados nas residências.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A negligência acaba prejudicando ainda mais os serviços, e a irresponsabilidade pode ser prejudicial não só a quem não contribui, mas também para toda uma comunidade.

Durante o trabalho de combate ao mosquito em Pará de Minas, vários mutirões de limpeza são realizados com a esperança de reduzir o número de notificações dos casos de Dengue, porém muitos moradores não têm colaborado.

No mutirão de limpeza realizado nos bairros Grão-Pará e Novo Horizonte a população não colaborou e o número de materiais retirados de circulação foi bem inferior às outras comunidades. Muitas casas se encontravam fechadas e os moradores não fizeram sua parte em colocar para fora o que não era utilizado por eles.

De acordo com o secretário Municipal de Saúde Cléber de Faria Silva, o foco agora é tentar outra forma para chamar a atenção dos moradores e recolher os materiais que possam acumular água nestes dois bairros:

Cléber de Faria Silva
clebfar_clbrdg1

O secretário afirma que mesmo com as dificuldades os trabalhos continuarão e ele pede a ajuda da comunidade para acabar com o mosquito:

Cléber de Faria Silva
clebfar_clbrdg2

A colaboração da população é o principal esforço contra o mosquito Aedes aegypti. Se cada um fizer sua parte e permitir a entrada dos agentes de combate a endemias nas suas residências, além de cumprir com as informações repassadas, os casos de proliferação tendem a diminuir.

Qualquer informação onde possa haver focos de criadouro do mosquito, também pode ser denunciado pelos pará-minenses, através do Disque Dengue 0800-940-9402. A ligação é gratuita e o denunciante não precisa se identificar.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!