Estoque no Banco de Sangue do Hospital Nossa Senhora da Conceição está baixíssimo

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A afirmação é de Fabíola Nogueira, coordenadora do Banco de Sangue do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) em Pará de Minas, Fabíola Nogueira. Ao ser indagada sobre como estava o estoque de bolsas de sangue, ela foi enfática ao dizer que está “baixo, baixíssimo, muito baixo”.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Esta informação é muito preocupante. Pois com a aproximação do carnaval a tendência é de aumento do consumo de bolsas de sangue nas unidades de saúde, principalmente em razão de acidentes.

Tradicionalmente em épocas de feriados prolongados, como o carnaval, a procura por sangue é maior, porém, o número de doadores cai consideravelmente. Muitos se preocupam com a folia e se esquecem de doar sangue para salvar vidas.

Este ano a situação é ainda pior devido ao surto de Febre Amarela no Estado de Minas Gerais e em outras unidades da federação. Isso porque, as pessoas acometidas pela doença não podem fazer a doação e quem toma a vacina contra a Febre Amarela também precisa esperar 30 dias para doar sangue novamente.

Dados indicam que aumentou em 20% as transfusões de sangue em Minas Gerais em razão dos casos de Febre Amarela. Em situações mais agudas ocorre a queda das plaquetas dos pacientes, que necessitam das bolsas de sangue. Até terça-feira, 21 de fevereiro, o Estado de Minas Gerais registrava 83 mortes e outros 173 óbitos suspeitos de terem como causa a Febre Amarela. Além disso existem mais 1.027 casos suspeitos, conforme os números divulgados no Informe Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais.

A coordenadora do Banco de Sangue do Hospital Nossa Senhora da Conceição, Fabíola Nogueira, ressalta que apesar de Pará de Minas não registrar até o momento nenhum caso de Febre Amarela, as pessoas estão se imunizando, o que impede a doação de sangue:


Fabíola Nogueira
fabiolaestoquesangue1

Para tentar amenizar a situação e melhorar um pouco o estoque do Banco de Sangue do HNSC, Fabíola Nogueira, informa que nesta quinta-feira, 23 de fevereiro, um ônibus será disponibilizado para levar os doadores até a Fundação Hemominas em Divinópolis:

Fabíola Nogueira
fabiolaestoquesangue2

Quem puder seguir até Divinópolis nesta quinta-feira, 23 de fevereiro, para ajudar a melhorar o estoque de bolsas no Banco de Sangue do Hospital Nossa Senhora da Conceição em Pará de Minas, pode obter mais informações pelo telefone (37) 3233-5461.

Quem pode doar sangue
De acordo com a Portaria 2.712 de 12/11/2013 e a RDC 51, do Ministério da Saúde, estão aptos a doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 69 anos. A idade máxima para a primeira doação é até 60 anos.

Já os adolescentes com 16 e 17 anos somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização por escrito, com firma reconhecida em cartório.

O modelo de autorização está disponível no site da Fundação Hemominas. Todos os candidatos devem pesar acima de 50 quilos; não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas e não ter tido hepatite após os 11 anos de idade.

Na semana da doação não pode estar tossindo, com ferimentos pelo corpo. Outra exigência é não ter permanecido ou visitado regiões brasileiras endêmicas para Doença de Chagas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!