Diretor espiritual explica polêmica em vídeo onde jovens vestidos como Jesus e Maria dançam funk em igreja

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Um vídeo publicado nas redes sociais de paraminenses continua sendo assunto na cidade. Nele, um grupo de jovens que frequentam o Encontro de Jovens com Cristo (EJC) da Paróquia São Francisco canta e dança uma paródia feita com uma música de funk. Uma forma que encontraram de chamar os jovens para dentro da igreja.

Mas o problema, segundo os críticos, é que alguns jovens estão vestidos como Jesus e Maria, enquanto outros dançam funk na porta da igreja. Inclusive uma dupla sai de dentro da Igreja de Nossa Senhora das Graças dançando.

Rapidamente o vídeo viralizou em redes sociais e conversas de WhatsApp. Muitos criticaram a ação dos jovens, enquanto outros não viram nada de errado na publicação.

O Portal GRNEWS recebeu diversas manifestações de leitores querendo saber o que realmente aconteceu e se a coordenação e até a Diocese de Divinópolis sabia o que havia ocorrido na porta de uma igreja.

A reportagem esteve com o padre Hedvan Richardson de Souza Lucas, administrador da Paróquia São Francisco e diretor espiritual do EJC. Ele explica toda a situação, onde uma reunião foi realizada e os jovens assumiram total responsabilidade. O vídeo não foi visto e muito menos avaliado pelos coordenadores:

Hedvan Richardson de Souza Lucas
hedvanvideoejc1

Hedvan Richardson de Souza Lucas ressalta ainda que o vídeo foi feito especificamente para um grupo do EJC no WhatsApp, mas alguém repassou adiante e gerou toda a polêmica:

Hedvan Richardson de Souza Lucas
hedvanvideoejc2

Em nota, o EJC disse que em nenhum momento quis expor a Igreja Católica e Jesus Cristo em sua plenitude. Eles admitiram o erro pediram perdão. Além disso, reiteraram que padre Hedvan não tinha conhecimento do vídeo e salientam que estão aberto a críticas, dúvidas e sugestões.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!