Enfeites natalinos de boa qualidade e eficientes devem ligados na rede elétrica conforme as normas técnicas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Dezembro é um mês muito especial para os cristãos devido as celebrações natalinas. Nesta época do ano as famílias se organizam para reunir todos, inclusive amigos, e promover confraternizações.

Além dos momentos de orações visando um ano novo melhor, as pessoas participam de ceias fartas e da tradicional troca de presentes. Uma tradição que é mantida por algumas pessoas é a montagem de presépios.

São feitos cenários do nascimento de Jesus Cristo, o Filho de Deus, em um estábulo. Entre os personagens destacados estão Maria, José e os três reis magos que visitaram a criança recém-nascida.

Outra figura que também marca presença nas decorações natalinas é a do Papai Noel. As renas, o trenó e os presentes ganham formas e cores diferentes e encantam a todos que apreciam os enfeites.

Muitas famílias montam grandes árvores de Natal e instalam pisca-pisca em diferentes lugares das residências. Todo o esforço é feito para que o clima natalina tome conta e lembre a todos do exemplo de Cristo.

Porém, é preciso tomar alguns cuidados ao instalar enfeites que precisam ser ligados a rede elétrica. As chamadas gambiarras durante a montagem podem aumentar o consumo e até provocar incêndios.

Cléder Melo, gerente de Relacionamentos da CEMIG, explica que é importante não fazer várias ligações em uma mesma tomada para superaquecer a rede de energia elétrica e aumentar o consumo de energia elétrica. Outro risco é de um curto circuito e incêndio:


Cléder Melo
enfeitesdenatalcledermelo1

Durante o mês de janeiro muitos consumidores reclamam do alto valor da conta de energia. Esse aumento muitas das vezes é justificado devido ao uso ineficiente de enfeites de natal com ligações mal feitas:

Cléder Melo
enfeitesdenatalcledermelo2

Além de uma ligação correta, é importante adquirir enfeites de qualidade, com selo de garantia e devidamente registrado e fiscalizado. Produtos muito baratos e com materiais de baixa qualidade podem causar superaquecimento, choques elétricos e provocar incêndios.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!