Imagens antigas registram passo a passo a demolição da antiga matriz de Nossa Senhora da Piedade. Veja

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Acervo/MUSPAM/Reprodução

As novas gerações não conheceram, mas a primeira matriz de Nossa Senhora da Piedade foi um grande marco na história do município de Pará de Minas. O prédio era onde atualmente está a praça Padre José Pereira Coelho.

Acervo/MUSPAM/Reprodução

A antiga edificação era repleta de imagens e trabalhos que remontam o período barroco, quando a arquitetura dos templos católicos era construída com riqueza de detalhes e enchia todos os espectadores de admiração.

Acervo/MUSPAM/Reprodução

Tratava-se da sede da primeira paróquia do município. A partir dela foram formadas outras comunidades e construídas as demais igrejas para atender o crescimento da população da cidade.

Acervo/MUSPAM/Reprodução

Segundo os historiadores, o edifício antigo estava com um sério comprometimento do telhado. O problema estrutural foi constatado pelo vigário da paróquia na época, o cônego Gabriel Hugo da Costa Bittencourt.

Acervo/MUSPAM/Reprodução

De acordo com a historiadora Ana Maria Campos, gerente do MUSPAM, a matriz antiga foi totalmente demolida no ano de 1971. O sacerdote procurou engenheiros e arquitetos que emitiram um laudo técnico sugerindo a demolição.

Acervo/MUSPAM/Reprodução

Ainda não satisfeito, padre Hugo decidiu fazer uma consulta à população antes de tomar uma decisão. A maioria da comunidade católica apoiou o projeto de demolição da estrutura antiga e construção do novo santuário:


Ana Maria Campos
demolicaoantigamatrizanacampos1

Acervo/MUSPAM/Reprodução

O prédio foi derrubado e muitos objetos históricos foram perdidos. Algumas obras sacras foram doadas para o Museu Histórico, algumas telas também estão no Santuário e recentemente foi traga uma imagem do Divino Espírito Santo que estava em Divinópolis:

Acervo/MUSPAM/Reprodução

Ana Maria Campos
demolicaoantigamatrizanacampos2

Acervo/MUSPAM/Reprodução

As fotos e os paraminenses que acompanharam as obras de demolição na época contam que as paredes da antiga matriz vieram ao chão por meio de correntes que foram puxadas por tratores:

Acervo/MUSPAM/Reprodução

Ana Maria Campos
demolicaoantigamatrizanacampos3

Acervo/MUSPAM/Reprodução

Em abril de 1972 o Santuário de Nossa Senhora da Piedade estava concluído e foi consagrado. O registro histórico mostra que a obra havia começado antes mesmo da demolição da antiga matriz em 1971.

Acervo/MUSPAM/Reprodução
Acervo/MUSPAM/Reprodução
Acervo/MUSPAM/Reprodução
Acervo/MUSPAM/Reprodução
Acervo/MUSPAM/Reprodução

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE