Pará de Minas recebe verba da Lei Aldir Blanc destinada ao setor cultural; prazo de inscrição está no fim

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Uma parcela de R$ 660 mil destinada a trabalhadores da cultura de Pará de Minas foi depositada nesta semana pelo governo federal na conta da prefeitura. Em breve o pagamento do subsídio a estes trabalhadores terá início na cidade.

Fazem parte do público alvo da Lei Aldir Blanc, acrobatas, arte educadores, artesãos, artistas plásticos, atores, apresentador circense, bailarinos, bordadeiras, camareiras, cantores, capoeiristas, cineastas, cinegrafistas, compositores, contadores de histórias, cozinheiro tradicional, dançarinos, desenhistas, designer gráfico, Dj’s, doceiros, dubladores, escritores, escultores, editores de imagem, foliões de reis, fotógrafos, locutores, maquiadores, músicos, palhaços, radialistas, stripers, tatuadores, academias de dança, bandas musicais, bandas e fanfarras comunitárias, curso de teatro, feiras de artesanatos, feiras literárias, festivais de teatro e dança, grupos teatrais, sedes das folias de reis, entre outros.

Inicialmente todos deveriam se cadastrar no município que ficaria responsável por destinar o dinheiro. Após algumas alterações, os trabalhadores tiveram que fazer o cadastro junto à Secretaria de Estado de Cultura e Turismo para conseguir o benefício que será pago em três parcelas. Apenas as empresas passaram a se inscrever junto ao Município.

Estas receberão os valores já nos próximos dias, como afirma a diretora de Cultura Isabel Faria:


Isabel Faria
isfaraldiblan1

A lei ainda é complexa e confunde muitos trabalhadores do setor. Isabel Faria explica que são duas situações diferentes. Primeiro é o auxilio que associações e espaços culturais receberão com valores que variam de R$ 3 mil a R$ 10 mil:

Isabel Faria
isfaraldiblan2

Há ainda as premiações que serão feitas a entidades que se inscreverem:

Isabel Faria
isfaraldiblan3

Os trabalhadores autônomos, pessoa física, devem se inscrever na Secretaria de Estado de Cultura e Turismo acessando AQUI. A ação emergencial é destinada ao setor cultural durante o estado de calamidade pública.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!