Presidente da Câmara cobra a realização do Carnaval da Saúde. Secretário responde

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Este ano a prefeitura optou por não promover o carnaval de rua em Pará de Minas. A decisão foi tomada pelo prefeito Elias Diniz (PSD) por causa da grave crise financeira enfrentada pelo município.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Apenas a Folia dos Fios Brancos aconteceu na Praça Torquato de Almeida. O evento contou com a participação dos idosos do Centro de Convivência Senadora Júnia Marise, representantes do poder público e os parceiros que apoiaram.

Quando anunciou o Carnaval da Saúde o prefeito disse que a não realização do evento resultaria em economia de aproximadamente R$ 500 mil, valor do custo do último carnaval realizado no município. Diante disse, o gestor anunciou o investimento destes recursos em cirurgias eletivas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A fila de espera chega a quase dois mil procedimentos.

São intervenções cirúrgicas que podem ser programadas e os pacientes aguardam por ordem de chamada. A demanda na saúde pública cresce a cada dia e desafia a administração municipal.

Durante reunião Ordinária realizada na quinta-feira, 15 de fevereiro, o presidente da Câmara Municipal, Marcus Vinícius Rios Faria (MDB), cobrou as ações do chamado Carnaval da Saúde prometido pelo prefeito Elias Diniz.

Ele lembra que o chefe do Poder Executivo também prometeu a realização das cirurgias no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) com o dinheiro que seria gasto com o carnaval. Disse ainda que a Comissão de Saúde do Legislativo vai cobrar o cumprimento dessa promessa:


Marcus Vinícius Rios Faria
carnavaldasaudemarcusvinicius

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Paulo Duarte, as cirurgias eletivas de Catarata foram realizadas e estão sendo disponibilizadas consultas com médicos neurologistas na Policlínica:

Paulo Duarte
carnavaldasaudepauloduarte1

Ressaltou que o Carnaval da Saúde depende de uma reestruturação que vem sendo feita junto ao Corpo Clínico do HNSC. As negociações estão em andamento e após essa definição serão feitas as cirurgias eletivas pelo SUS:


Paulo Duarte
carnavaldasaudepauloduarte2

Em relação ao carnaval de rua em Pará de Minas, o secretário que também responde pela Cultura, Comunicação Institucional, Esporte, Lazer e Turismo, explica que existe um projeto para a festa popular.

No entanto, é preciso analisar diversos fatores antes de promover a folia. Destaca que é preciso ter responsabilidade na hora de investir os recursos públicos e definir as prioridades corretas:

Paulo Duarte
carnavaldasaudepauloduarte3

Outros municípios também tomaram a mesma decisão de não promover o carnaval em 2018. Para dificultar ainda mais a situação, os gestores alegam que o governo estadual reteve os recursos do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) que deveriam ter sido repassados as prefeituras.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!