Você sabe como e o que observar no rótulo dos alimentos? Nutricionista orienta

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A maioria das pessoas, ao chegar em um supermercado, nem olha o que está escrito no rótulo do produto. Muita gente olha a marca, o preço, mas raramente as informações nutricionais e o que é utilizado para fabricar o produto. E isso, é um erro gravíssimo.

É que no rótulo o fabricante coloca todas as informações que os consumidores deveriam ficar sempre atentos como quantidade de açúcar, gordura, carboidratos, proteínas e uma série de ingredientes que podem causar males ou trazer benefícios à saúde.

A nutricionista Clínica e Esportiva Funcional Fernanda Medina disse a reportagem do Portal GRNEWS que em muitas situações um produto de menor valor pode ser melhor que um mais caro e de marca mais famosa. Mas o consumidor só saberá disso se analisar bem o rótulo:


Fernanda Medina
fernandamedinarotalimentos1

Nas informações nutricionais, o primeiro item é o que está em maior quantidade no produto e o último, em menor quantidade. Além disso, o rótulo deve conter informações sobre quem é o fabricante, onde foi produzido, prazo de validade e a lista de ingredientes que compõem o produto:

Fernanda Medina
fernandamedinarotalimentos2

Fernanda destaca que a maior dificuldade é saber o que é cada ingrediente mencionado, pois muitas vezes os fabricantes colocam nomes técnicos, o que atrapalha na hora do consumidor final entender.

O açúcar, por exemplo, pode vir com várias nomenclaturas:

Fernanda Medina
fernandamedinarotalimentos3

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é o órgão que estabelece quais informações devem constar nos rótulos dos alimentos. E uma proposta pretende atualizar os dados dos produtos embalados. Foi aberta uma consulta pública onde qualquer pessoa poderá sugerir mudanças com o objetivo principal de tornar mais clara a compreensão da rotulagem.

A nutricionista espera que os rótulos mudem e as pessoas passem a analisar cada produto:

Fernanda Medina
fernandamedinarotalimentos4

Durante a consulta pública, a Anvisa propõe incluir várias mudanças. Entre elas a declaração dos valores nutricionais permitindo assim comparações; estabelece ainda critérios para a escrita, já que muitas são consideradas ilegíveis e a criação de uma lupa que mostra qual ingrediente o produto tem maior teor.

Todos os consumidores podem participar da consulta pública da Anvisa clicando AQUI.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!