Vereadores aprovam três projetos e servidora municipal faz denúncias graves sobre a Vigilância Sanitária

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Os vereadores paraminenses se reuniram mais uma vez na noite desta segunda-feira, 11 de novembro, para o encontro semanal que discute projetos de lei e requerimentos. Na reunião várias solicitações ao Executivo e quatro projetos em pauta.

O primeiro deles, de número 16/2019, é de autoria do vereador Ênio Talma Ferreira de Rezende (PSDB) e dispõe sobre a vida útil de máquinas pesadas e de caminhões de propriedade do Município. Marcus Vinícius Rios Faria (MDB) pediu vistas para analisar melhor o texto.

O Projeto de Lei 114/2019 apresentado pelo vereador Antônio Carlos dos Santos (PTB) denomina Geraldo Soares de Araújo a Rua 3 na Chácaras Barro Preto, foi aprovado por 16 votos a zero.

O de número 127/2019, de autoria de Gladstone Correa Dias (PSDB) também foi aprovado em duas votações por 16 votos a zero, denominou logradouro público no bairro Jardim das Oliveiras, a quarta etapa.

O projeto 123/2019, de autoria do Executivo, também foi aprovado e autoriza o Município a promover cessão de direito de uso de área de terreno ao Estado de Minas Gerais. No local funciona atualmente a Escola Estadual Padre Libério, e a expectativa é que cedendo o terreno ao Estado, revitalizações e reformas possam ser feitas no imóvel, como explica o presidente da Câmara Dilhermando Rodrigues Filho (PSDB):


Dilhermando Rodrigues Filho
dilereuniao111119

Uma paraminense foi autorizada a usar a tribuna da Câmara na noite desta segunda-feira (11). Sílvia Maria Gonçalves é servidora pública municipal há cerca de 20 anos e há cinco está lotada no Departamento de Vigilância Sanitária.

Ela é conhecida por fiscalizar imóveis e empreendimentos e seguir corretamente à legislação vigente. Por isso, segundo ela, vem sofrendo algumas perseguições.

Em seu discurso, ela destacou os desvios de funções no quadro da Vigilância Sanitária e que atualmente não consegue cumprir as leis sanitárias a pedido de superiores:


Sílvia Maria Gonçalves
silviamariareuniao111119

As denúncias feitas pela Sílvia Maria Gonçalves foram entregues ao presidente Dilhermando Rodrigues Filho que repassará cópias a todos os vereadores, e também será encaminhada ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) através de seus representantes da Comarca de Pará de Minas.

A Prefeitura de Pará de Minas ainda não se manifestou sobre o assunto.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!