Conferência municipal aponta falta dinheiro como principal desafio da saúde pública

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Com o objetivo de discutir e criar políticas públicas que favoreçam a população no setor da saúde foi realizada nesta quarta-feira, 10 de abril, no Salão Nobre Dr. Marcos de Abreu e Silva do Sindicato Rural de Pará de Minas a 11ª Conferência Municipal de Saúde.

O evento reuniu trabalhadores da área, prestadores de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS), gestores e representantes da sociedade civil.


Em conferências, como esta, todos podem discutir o que realmente acontece no setor, quais as dificuldades e como a saúde pode ser melhorada como um todo.

Para o presidente do Conselho Municipal de Saúde Flávio Medina Neto, os desafios do setor hoje são principalmente financeiros e são necessárias políticas públicas que melhorem a situação, pois é a população a principal prejudicada:


Flávio Medina Neto
flavioconferencia

A questão financeira também foi colocada como desafio pela secretária executiva da Casa dos Conselhos e conselheira municipal de Saúde, Neide Maria de Almeida.

Como os governos estadual e federal não têm feito os repasses devidos é o município quem arca com todos os gastos. Além disso, o Sistema Único de Saúde (SUS) precisa ser fortalecido:


Neide Maria de Almeida
neideconferencia1

Ao final da 11ª Conferência Municipal de Saúde foram escolhidos os delegados que representarão Pará de Minas na etapa estadual, defendendo as propostas do município. A data e local ainda serão definidos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!