Família denuncia possíveis negligências no HNSC após morte de idoso com Covid-19

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Portal GRNEWS recebeu nesta semana uma denúncia grave. A família de um paciente do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) procurou a reportagem tentando esclarecer uma situação vivida por eles nos últimos dias.

O patriarca da família, de 80 anos, foi internado no HNSC com pancreatite. Recebeu o tratamento e foi liberado. Mas quando chegou em casa começou a ter sintomas da Covid-19. A família então decidiu retornar com o idoso para o HNSC, que só fez exames após ele demonstrar estar com vários sintomas da doença, como falta de ar.

O idoso foi internado mas não resistiu e faleceu na quarta-feira (03) às 19h45. O atestado de óbito consta como Covid-19 a causa da morte, porém, no boletim divulgado pelo hospital, a informação é que o óbito ainda está em investigação.


Um familiar do idoso, que prefere não ser identificado publicamente, contesta a informação, já que o atestado é claro ao informar a causa da morte e o velório foi restrito, de meia hora e com caixão lacrado:

denuncihnsccov1

A família do idoso também denuncia que o HNSC não segue algumas diretrizes, entre elas a de testar a família que mora com o paciente que foi contaminado com a doença.

Diante das manifestações, o Portal GRNEWS entrou em contato com o HNSC. Segundo a assessoria de comunicação do hospital, a “diretoria do HNSC, que viajou hoje cedo para reuniões administrativas na Secretaria Estadual de Saúde, através da Regional de Divinópolis, além de outros órgãos, ainda não retornou a Pará de Minas. Nesta condição, a Instituição ainda não tem como se posicionar a respeito das denúncias, que precisam ser investigadas. O HNSC solicita um pouco mais de tempo para averiguar os itens questionados”. O espaço continua aberto para que o HNSC possa se manifestar posteriormente.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!