Com agências e ruas cheias, fiscais orientam população paraminense sobre prevenção ao novo coronavírus

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Há cerca de três semanas um decreto municipal recomendou o distanciamento social e o fechamento do comércio em geral em Pará de Minas. Na primeira semana o que se viu foram ruas com pouquíssimo movimento e pessoas, com medo do coronavírus, ficaram realmente em casa.

Já na segunda semana alguns paraminenses foram ficando mais incrédulos com as recomendações e o que se vê agora são ruas movimentadíssimas, como se nem houve os pedidos para que as pessoas fiquem em casa. Sem contar as lojas funcionando com as portas abertas pela metade, e muitas sem oferecer qualquer forma de prevenção ou higienização a funcionários e clientes.

Nos bancos e casas lotéricas a fila parece de um show internacional. São metros e metros de pessoas aglomeradas, bem próximas umas às outras. Muitos são idosos e sequer utilizam máscaras de proteção.

Diante disso, muita gente está a favor da reabertura do comércio porque as ruas continuam lotadas. Porém, até mesmo nestes locais é importante manter o distanciamento social.

Ao reafirmar que o comércio de Pará de Minas permanecerá fechado, o prefeito Elias Diniz (PSD) prometeu mais rigor na fiscalização. Mas as aglomerações e ruas cheias continuaram e muita gente questiona onde está a fiscalização para impedir a disseminação do novo coronavírus.

Diante disso, para alertar a todos sobre os perigos e da importância de não ficar muito próximo a outras pessoas, fiscais do Departamento de Vigilância em Saúde estiveram em agências bancárias, casas lotéricas e nos Correios. Eles orientaram a população para evitarem o risco de transmissão do novo coronavírus.

Um guia de boas práticas para o funcionamento destes estabelecimentos também foi entregue aos gerentes das agências. Ele foi elaborado por uma equipe multidisciplinar de Vigilância em Saúde, como explica Érica Daniele Rezende Barbosa, gerente da Vigilância Sanitária:

Érica Daniele Rezende Barbosa
ericadfiscalagencias1

A população nas ruas foi o público alvo dos fiscais que orientaram e pediram que todos respeitem a sinalização colocadas nas portas da agências. Neste momento é importante manter o isolamento social e quando não for possível, manter no mínimo o distanciamento recomendado:

Érica Daniele Rezende Barbosa
ericadfiscalagencias2

Os fiscais orientaram que os funcionários destas agências estejam devidamente equipados na área interna e externa, para que possam organizar o espaçamento das filas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!