Vereadores reclamam de sujeira nas ruas e de vídeos das redes sociais que não ajudam o trabalho no Legislativo

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Recentemente o Portal GRNEWS publicou matéria relacionada aos problemas enfrentados pela população de Pará de Minas desde o fim do ano passado. O vereador Nilton Reis Lopes (MDB) criticou a atual administração que segundo ele, deixou a cidade feia, suja e esburacada. E o pior de tudo, não faz nada para resolver estes problemas.

Uma das principais reclamações se refere à cratera no Residencial Cecília Meireles, onde recentemente um policial militar se acidentou e mais uma vez os moradores denunciaram o descaso da gestão municipal.

Outros dois locais que exigem obras emergenciais são a Rua Cardeal Hugolino, no bairro São Francisco, e Dr. Celso Charuri no Senador Valadares. As chuvas que caíram nos dias 1º e 16 de março pioraram a situação das ruas que já era crítica desde o temporal que caiu em 27 de dezembro de 2018. Uma das ruas está totalmente interditada e a outra, corre risco de desabamento.

O vice-prefeito e secretário municipal de Obras e Infraestrutura de Zezé Porfírio garantiu que o projeto está pronto, porém a prefeitura não tem dinheiro. O prefeito Elias Diniz (PSD), segundo ele, busca recursos em Brasília para resolver a situação.

Outro ponto questionado pelos paraminenses é a sujeiras das ruas. E mais uma vez o assunto foi pauta na reunião semanal dos vereadores.

Rodrigo Varela Franco (PSD) reclamou da quantidade de requerimentos repetidos. Porém destacou que a culpa não é dos membros do Legislativo. Acrescenta que os pedidos são feitos pela população que não aguenta mais ver tanta sujeira nas ruas. E pede à administração municipal que faça um mutirão de limpeza em toda Pará de Minas:


Rodrigo Varela Franco
rodrigorequerimentos1

O vereador Marcílio Magela de Souza (PMDB) também cobrou melhorias para o município, mas pediu que a população tenha cuidado com vídeos compartilhados nas redes sociais, especialmente em grupos do WhatsApp.

Segundo ele, futuros candidatos a vereador e até mesmo a prefeito têm usado a internet para se promover.

Ele citou o exemplo de Cleiton Gontijo de Azevedo, conhecido como Cleitinho. O vereador de Divinópolis usou as redes sociais durante a campanha eleitoral do ano passado e deu voz a muitas pessoas que precisavam de ajuda. Ele foi o quarto mais votado em Minas Gerais, com mais de 115 mil votos, e se elegeu deputado estadual pelo PPS.

Para Marcílio Magela de Souza, quem quer realmente ajudar deve comparecer às reuniões da Câmara Municipal para dar suas opiniões:


Marcílio Magela de Souza
marciliorequerimentos1

Gladstone Correa Dias (PSDB) também falou sobre esses futuros candidatos a um cargo político. Citou a sujeira das ruas e espera que a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura resolva a situação o quanto antes:


Gladstone Correa Dias
gladstonerequerimentos

Os requerimentos são, como o nome já diz, pedidos. Os vereadores fazem vários semanalmente, a maioria para a prefeitura. São solicitações de calçamento e asfaltamento de ruas, limpeza urbana, iluminação pública, e pedem ainda respostas a respeito de algum assunto que se tornou público na semana anterior por exemplo.

A prefeitura tem o prazo de quinze dias para responder o requerimento do vereador. Isso não significa que fará o que ele pediu. Por meio de um ofício vai dizer se a solicitação foi aceita e será resolvida, ou se naquele momento não será possível realizar.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!