Pais preocupados com ano letivo em MG; rede estadual pode oferecer aulas a distância e Município seguirá o Estado

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Desde o dia 18 de março que estudantes mineiros estão em casa. As aulas foram suspensas nas redes municipal, estadual e particular, como também em faculdades e universidades. O objetivo é minimizar os impactos do novo coronavírus e tentar evitar ao máximo a transmissão comunitária da COVID-19.

Com 20 dias praticamente perdidos de aulas, os pais temem que os alunos sejam prejudicados, já que ficará difícil repor todas estas disciplinas no restante do ano. A situação se agravou após o governador Romeu Zema (Novo) dizer em uma coletiva de imprensa que as aulas não devem retornar até junho.

Em casa muitos pais tem feito atividades com os filhos, especialmente aqueles no ensino fundamental. Já os adolescentes tem aproveitado o tempo livre para assistir aulas pela internet. No Youtube e Instagram, profissionais da educação postam vídeos dos conteúdos aplicados em cada ano escolar.

Neste momento de incertezas, o Portal GRNEWS quis saber como o governo estadual tem se preparado, já que segundo Zema, são mais dois meses sem estudantes frequentarem às escolas mineiras.

Em nota a Secretaria de Estado de Educação (SEE) garantiu que criou um amplo grupo de professores e técnicos que estão integralmente envolvidos na construção e um modelo pedagógico que a rede estadual fará uso, caso a suspensão das atividades escolares se estenda. O objetivo, segundo a SEE, “é oferecer possibilidade aos estudantes de terem o conteúdo das disciplinas trabalhado. O detalhamento da iniciativa se desdobrará nas próximas semanas.”

A Secretaria informou ainda que Governo de Minas anunciou nesta semana a Bolsa Merenda para 380 mil estudantes “para a compra de alimentos a partir do mês de abril. O repasse pretende amenizar os impactos da suspensão das aulas em função da pandemia do coronavírus e garantir a segurança alimentar da parte mais vulnerável deste público.”

Mas o Portal GRNEWS apurou que a Rede Minas, emissora de TV pública do Estado de Minas Gerais, está contratando, em caráter de urgência, profissionais da área de comunicação. Eles trabalharão por quatro meses utilizando equipamentos e espaço da emissora, porém serão subordinados à Secretaria de Estado de Educação. O governo pretende gravar vídeo-aulas que serão exibidas pela Rede Minas a partir das próximas semanas, para que estudantes do ensino fundamental ao médio tenham o conteúdo das aulas em casa, sem prejudicar o ano letivo.

O Portal GRNEWS também entrou em contato com a rede municipal de ensino de Pará de Minas para saber se há um projeto em elaboração para reposição das aulas. Em nota a assessoria de comunicação da Prefeitura informou que “A Secretaria Municipal de Educação seguirá as determinações do Governo do Estado em relação ao funcionamento de suas unidades de ensino”.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!