Empreendedores do agronegócio no Centro-Oeste de Minas discutirão fiscalização no Crea de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

vaca_leite_produtor_rural_agro
O encontro será realizado em Pará de Minas, nesta quinta-feira, 8 de setembro, na sede da inspetoria do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-Minas), localizada na rua Sacramento, nº 356, Centro, das 14 ás 17 horas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Na ocasião, os produtores rurais da região Centro-Oeste de Minas Gerais se reunirão com representantes do Crea-Minas para debaterem sobre a segunda fase das ações de fiscalização do agronegócio.

Nesta reunião, gestores do agronegócio de bovinocultura, suinocultura e avicultura serão informados sobre as atividades a serem fiscalizadas, inclusive com esclarecimento de dúvidas. Participarão do encontro os representantes do agronegócio da Regional Centro-Oeste do Conselho, com sede em Divinópolis, além de lideranças locais, instituições do setor e interessados no tema. Já a ação de fiscalização será realizada entre os dias 17 e 21 de outubro, nos municípios de Pará de Minas, Florestal, Igaratinga, Pequi, São José da Varginha, São Sebastião do Oeste, Divinópolis, Carmo do Cajuru e São Gonçalo do Pará.

O fiscal especializado em agronegócio do Crea-Minas, técnico agrícola Carlos Roberto Alves, informa que a reunião é uma oportunidade para que os produtores entendam como é o processo de fiscalização. “A nossa intenção não é punir e, sim, orientar. A proposta da reunião é aproximar os produtores do Conselho e divulgar a ação para que todos tenham tempo para se adequarem à legislação. Durante a fiscalização, queremos constatar a regularidade dos empreendimentos”, afirma Carlos.

Balanço

A primeira etapa da fiscalização do agronegócio na Regional Centro-Oeste, realizada em novembro e dezembro de 2015, focou em empresas do ramo de laticínios, sendo 54 estabelecimentos fiscalizados. Em todo o estado, foram 1.040 ações de fiscalização, distribuídas em 13 tipos de empreendimentos do agronegócio.

O gerente de Fiscalização do Crea-Minas, engenheiro mecânico Guilherme Rodrigues, destaca que o resultado foi bastante positivo e superou expectativas. “Ao final da primeira etapa, conseguimos alcançar 98,1% de regularidade nas atividades fiscalizadas sem a necessidade de autuação. Os autuados somaram 1,9% do total, o que está abaixo do índice do Conselho, que gira em torno de 5%”, completa Guilherme.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!