Pará de Minas mantém alto número de notificações de Dengue; MG supera 17 mil casos suspeitos

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Os casos de Dengue continuam aumentando nos municípios mineiros. O Portal GRNEWS apurou que o Estado de Minas Gerais contabiliza 17.579 casos prováveis da doença. É o que mostra novo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). Desde o início do ano são 6.774 casos confirmados, cinco óbitos estão em investigação e subiu para três o número de óbitos confirmados em decorrência da doença.

Em relação à Febre Chikungunya, são 3.408 casos prováveis e 2.562 estão confirmados. Referente ao Zika vírus, são 101 suspeitos e 16 confirmados.

Continua em alta os números de Febre Chikungunya e Zika vírus em relação à Dengue, se comparados com o mesmo período do ano passado. Em 2020, do total de casos, 97,7% dos registros eram de Dengue. Já em 2021, 83,2% é de Dengue, 16,2% de Chikungunya e 0,6% de Zika vírus. No ano passado a proporção era menor, com 2% dos casos sendo Chikungunya e 0,4%, Zika vírus.

A preocupação é porque estas outras doenças trazem ainda mais sequelas que a Dengue, especialmente em gestantes. A macrorregião de Divinópolis, da qual Pará de Minas faz parte, é considerada atualmente de Alto Risco.

Os dados analisados pelo Portal GRNEWS também mostram que Pará de Minas continua com um caso de Chikungunya registrado, junto a Itaúna que tem três, um em Nova Serrana e dois em Bom Despacho.

Em relação à Dengue, segundo a SES, são 194 casos em Pará de Minas após análise de exames laboratoriais. O número diminuiu em relação ao último boletim divulgado.

Na região os números ainda são considerados baixos, como Itaúna que tem cinco casos, Pitangui tem 26, Onça de Pitangui com cinco, Formiga tem 53 casos, Divinópolis com 82 e Bom Despacho tem 30 notificações.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!