Pediatra orienta pais e responsáveis sobre cuidados ao aplicar repelentes em crianças

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

mosquito_aedes_dengue_zika
Com o alto índice de infestação do mosquito transmissor da Dengue em todo o Brasil, milhões de pessoas estão procurando se proteger através do uso de repelentes. A meta é manter o mosquito bem longe.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

As farmácias disponibilizam diversas marcas de produtos que repelem o Aedes aegypti. Mas, é preciso alguns cuidados na hora de escolher o repelente e para isso alguns fatores importantes devem ser levados em conta.

A idade e a predisposição para alergias e problemas respiratórios precisam ser observadas. Os cuidados devem ser redobrados com crianças e idosos, pois pode haver alguma reação alérgica por parte de quem utiliza o produto.

De acordo com a pediatra Lívia Ferreira Almeida, é imperativo que os pais ou responsáveis busquem orientação médica antes de adquirir qualquer repelente eficaz no combate ao vetor da Dengue:

Lívia Ferreira Almeida
livandr_rep1

Em relação aos repelentes naturais, entre eles a citronela, a profissional de saúde explica que ainda não existem estudos científicos que comprovam a eficácia deles. Mas não existe contra indicação de produtos homeopáticos:

Lívia Ferreira Almeida
livandr_rep2

Nas crianças existem muitas causas de problemas provocados por vírus e por isso é importante que seja feita uma investigação minuciosa em um Pronto Atendimento. A partir do diagnóstico médico que será indicado o tratamento adequado:

Lívia Ferreira Almeida
livandr_rep3

Os médicos alertam para os perigos da automedicação diante de um quadro suspeito de dengue. Dependendo dos remédios ingeridos a situação pode ser agravada e em alguns casos evoluir para a dengue hemorrágica.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!