DNIT e DEER ficam em jogo de empurra e prefeitura executará operação tapa-buracos em trecho da BR-352

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A rodovia BR-352 é um importante corredor de acesso aos bairros Morada Cores de Minas, Eldorado, Recanto da Lagoa, Santa Edwiges, Vila Ferreira, Providência, São Francisco, João Paulo II e Senador Valadares.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O prefeito Elias Diniz (PSD) já disse que procurou os representantes do Departamento de Edificação e Estradas de Rodagem (DEER-MG) e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

O chefe do Poder Executivo cobrou providências e questionou de qual órgão é a responsabilidade pela manutenção da via. Informou, inclusive, que a prefeitura já gastou com uma operação tapa-buracos em alguns trechos.

A polêmica continua porque a BR-352 passa pelo trevo próximo ao Parque de Exposições Francisco Olivé Diniz e segue até a entrada do bairro Santos Dumont, onde começa a MG-431, que liga Pará de Minas a São José da Varginha.

José Porfírio de Oliveira Filho (PV), vice-prefeito e secretário municipal de Obras e Infraestrutura, revela que já visitou o DEER e o DNIT e um órgão informa que a responsabilidade é do outro. Um verdadeiro jogo de empurra.

Como o trecho está com vários buracos enormes, os riscos de acidentes graves é iminente. A prefeitura já fez uma operação tapa-buracos e realizará um novo serviço para evitar que aconteçam tragédias:


José Porfírio de Oliveira Filho
buracos352zezeporfirio1

Como o trecho da rodovia está dentro do perímetro urbano, o município não pode fazer qualquer intervenção na via. A municipalização seria uma opção para que a prefeitura possa manter a estrada em bom estado de conservação:

José Porfírio de Oliveira Filho
buracos352zezeporfirio2

A construção de um anel rodoviário na BR-352 interligando até a BR-262 é um sonho antigo. A obra demandará um volume grande de recursos financeiros e o projeto no papel já está pronto:

José Porfírio de Oliveira Filho
buracos352zezeporfirio3

Tudo indica que o tão sonhado anel rodoviário de Pará de Minas não deverá sair do papel tão cedo porque os governos federal e estadual enfrentam sérias dificuldades financeiras e a legislação eleitoral também restringe a liberação de recursos durante o período que antecede as eleições previstas para outubro de 2018.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!