Vereador desiste de CPI para apurar as finanças do Hospital Nossa Senhora da Conceição

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A crise financeira do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) continua sendo um dos temas mais comentados entre as autoridades e a população de Pará de Minas. A questão é delicada e precisa ser resolvida.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A diretoria do HNSC já informou que a instituição de saúde não tem mais condições de endividamento junto aos bancos. Com isso fica impossível contrair novos empréstimos para arcar com os custos.

A Secretaria de Estado da Saúde deixou de repassar R$ 7 milhões da Rede Resposta e isso vem dificultando o pagamento de médicos plantonistas, bem como a compra de itens indispensáveis para o bom atendimento.

A tabela do Sistema Único de Saúde (SUS) está defasada há mais de dez anos e os custos vêm aumentando consideravelmente. Os repasses do Governo Federal são deficitários e nunca cobrem os custos com procedimentos e remédios.

A Secretaria Municipal de Saúde, gestora plena dos recursos da saúde pública em Pará de Minas, está encaminhando R$170 mil mensais de subvenção. O valor foi aprovado pela Câmara Municipal com base na previsão de orçamento.

O montante enviado pelo município não tem sido suficiente e o único hospital da cidade teve que reduzir o número de leitos. Uma situação que jamais ocorreu na saúde pública e que preocupa a sociedade paraminense.

A Câmara Municipal, através da Mesa Diretora, decidiu cortar alguns gastos e prometeu enviar R$ 40 mil para ajudar no custeio do HNSC. Porém, a diretoria deixou claro que seriam necessários o município enviar R$ 400 mil mensais para o bom funcionamento da unidade de saúde.

Cansado de tantas discussões e nenhuma definição sobre a situação do HNSC, o vereador Márcio Lara (PTC) chegou a propor a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para levantar as finanças do hospital.

Ele pretendia procurar os demais colegas do Poder Legislativo em busca de apoio para abrir uma CPI. Mas, na reunião Ordinária seguinte o vereador disse que, desistiu por enquanto, e vai aguardar a negociação entre a Secretaria Municipal de Saúde e o HNSC:

Márcio Lara
marciolara_cpi

Há alguns anos a Câmara Municipal de Pará de Minas fez uma CPI e reuniu alguns documentos e informações sobre a saúde. Porém, o relatório elaborado acabou sendo arquivado.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!