Pará de Minas abre licitação para contratar por mais de R$ 20 milhões empresa para cuidar da limpeza urbana

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Portal GRNEWS teve acesso a licitação publicada pela Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura. O objetivo é contratar uma empresa para execução completa dos serviços públicos de limpeza urbano no município, que está disposto a pagar até R$ 20.046.729,79.

Quem vencer a licitação deverá realizar coleta e transporte de resíduos sólidos urbanos domiciliares, comerciais, públicos e de varrição, resíduos volumosos e inservíveis, entulhos, terra, resíduos de vegetação e sobras de materiais devidamente acondicionados. Além disso, ficará responsável pela coleta conteinerizada, transporte de resíduos sólidos do tipo domiciliar, varrição manual de vias e logradouros públicos e também de eventos. Haverá ainda prestação de serviços de destinação final de resíduos sólidos domiciliares, de varrição e serviços complementares de limpeza urbana no aterro sanitário, além do gerenciamento e manutenção do local.

A vencedora também recolherá lixo especial, aqueles produzidos em laboratórios e clínicos, e também de material reciclável, com a coleta seletiva.

A Prefeitura também faz algumas exigências que a empresa deve ter, ao ser contratada, como seis caminhões compactadores de lixo, um caminhão basculante, um veículo do tipo 1.000 cilindradas, seis motoristas, 25 coletores de lixo, um encarregado de coleta e 30 contêineres. Além disso deve ter 30 carrinhos bambolê para a varrição manual, 50 vassouras, 50 pazinhas de lixo e 50 garis.

A coleta e o transporte do lixo abrange a cidade de Pará de Minas e também Ascensão, Bom Jesus do Pará, Torneiros, Carioca, Tavares, Meireles, Trindade, Córrego do Barro, Matinha, Penha, Córrego das Pedras, Paivas, Bom Sucesso, Caetano Preto, Limas do Pará, Muquém, Sobrado, Mata dos Pimentas, Palmital, Floresta, Mata do Cedro, Aparição, Brás Correia, Paraíso, Guardas e Gorduras. Nos distritos e povoados a coleta acontece uma vez por semana.

A estimativas de coleta na cidade é de 19.200 toneladas, e outras 1.800 toneladas na conteinerizada. Isso tudo anualmente. Já a varrição manual tem quantidade estimada de 39.600 quilômetros por ano.

Como são muitos serviços, a Prefeitura decidiu dividir a licitação em cinco lotes, ou seja, até cinco empresas podem fazer o serviço. No primeiro lote foram enquadrados serviços de coleta de resíduos sólidos domiciliar e comercial e transporte com caminhões compactadores c/ capacidade 15m³; varrição manual de vias e logradouros públicos; gerenciamento, operação, manutenção, controle ambiental e vigilância de Aterro Sanitário licenciado com a respectiva comprovação da licença ambiental.

Já o lote 2 compreende a coleta seletiva e transporte de materiais recicláveis. No lote 3 tem a coleta, transporte e tratamento de resíduos provenientes de estabelecimentos de serviços de saúde; e no lote 4 a equipe de capina manual em vias públicas que deve ter no mínimo 22 capinadores.

A licitação está programada para acontecer no dia 3 de maio.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!