Pará de Minas avança para onda amarela do Minas Consciente mas novo decreto não deve flexibilizar medidas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Minas Consciente, plano do Governo de MG para orientar os municípios na retomada segura das atividades econômicas, criou uma nova onda nesta semana. Com o aumento de casos confirmados em todo o estado e a alta taxa de ocupação de leitos nos hospitais públicos, a onda Roxa restringe o funcionamento dos setores econômicos.

Na nova determinação, está autorizado o funcionamento de serviços extremamente essenciais e a circulação de pessoas só pode acontecer em situações relacionadas a estas atividades. Há ainda o toque de recolher entre 20h e 5h, criação de barreiras sanitárias de vigilância, quem está gripado não pode sair de casa e é obrigatório uso de máscara em qualquer espaço público ou privado de uso coletivo.

Duas macrorregiões passaram para a onda Roxa nesta quinta-feira, 4 de março, e as 60 cidades que compõem o Noroeste e o Triângulo do Norte devem seguir as medidas impostas pelo Estado. Neste caso não cabe aos Municípios a decisão.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) também atualizou nesta quinta-feira a situação das outras macro e microrregiões do estado. Pará de Minas avançou para a onda Amarela também na microrregião, mas na cidade há um decreto em vigor, com algumas restrições.

Mas o documento vence nesta sexta-feira, 5 de março, e um novo decreto deve ser redigido. O Portal GRNEWS ouviu o procurador-geral do Município Hernando Fernandes da Silva sobre o assunto. Ele afirma que mesmo em uma situação considerada confortável, o estado é de alerta pela localização de Pará de Minas:


Hernando Fernandes da Silva

hernandofsondarox1

Há algumas semanas o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), que atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS), vem recebendo pacientes de várias partes do estado. E isto preocupa o procurador-geral, devido a novas variantes do novo coronavírus encontradas nos pacientes que testaram positivo no país e os familiares, que mesmo orientadas a ficarem isolados, podem vir para a cidade ficar mais próximos dos parentes internados:

Hernando Fernandes da Silva
hernandofsondarox2

O Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde da Covid-19 de Pará de Minas deve ser convocado para uma reunião nesta sexta-feira (5) para definir um novo decreto, que não deve ter flexibilizações, como adiantou Hernando Fernandes da Silva:

Hernando Fernandes da Silva
hernandofsondarox3

O horário da reunião do Comitê ainda não está definido mas acontece nesta sexta-feira, 5 de março, quando vence o decreto atual.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!