Sindicato que já teve 4 mil associados passa por dificuldades financeiras em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

sindicato_textil260917
A crise financeira enfrentada pelos brasileiros afetou milhares de empresas e trabalhadores formais e informais. O fechamento de indústrias, estabelecimentos comerciais e a desaceleração do crescimento resultaram em desemprego e inflação.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A situação também está difícil para as entidades filantrópicas e de classe. O volume de recursos que antes era angariado também foi reduzido devido às desfiliações e a falta de recursos financeiros dos contribuintes.

Este é o caso Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Fiação e Tecelagem de Pará de Minas. Há alguns anos a instituição chegou a ter mais de quatro mil associados que trabalhavam em cinco fábricas têxteis da cidade.

Atualmente o sindicato conta com um quadro de apenas 50 associados. Nos últimos meses encerraram ou suspenderam as atividades a Coopertêxtil e a Horizonte Têxtil. Já a Famotec decretou falência e está buscando alternativas para pagar suas dívidas.

De acordo com Neuler Ribeiro, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Fiação e Tecelagem de Pará de Minas, o dilema enfrentado pela entidade é o pior de todos. Ele lembra que no passado algumas indústrias chegaram a ter 1.900 colaboradores:

Neuler Ribeiro
crisetextilneulerribeiro1

O sindicalista informa que mesmo com a queda nas receitas o atendimento com médicos, dentista e advogado está mantido. Porém, ele não sabe até quando será possível continuar disponibilizando os serviços:

neuler_ribeiro260917
Neuler Ribeiro
crisetextilneulerribeiro2

A esperança é de que a Coopertêxtil e a Horizonte Têxtil voltem a funcionar normalmente no município. Mas, para isso o mercado precisa reagir através de investimentos e depende das reformas políticas que deverão ser implantadas pelo Governo Federal:

Neuler Ribeiro
crisetextilneulerribeiro3

Os especialistas projetam melhoras no cenário econômico brasileiro, caso se concretize a reforma da Previdência Social e seja estabelecido o teto de gastos do poder público. Essas medidas deverão ser adotadas ainda este ano.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!