Prefeitura de Pará de Minas elabora projetos para pacote de obras orçado em R$ 13 milhões

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

No início de fevereiro o Governo de Minas Gerais fechou acordo de R$ 37,68 bilhões com a Mineradora Vale como forma de reparação pelos danos causados após o crime ambiental em Brumadinho. O desastre deixou 270 vítimas, entre mortos e desaparecidos, no dia 25 de janeiro de 2019.

O valor total do acordo, exatos R$ 37.689.767.329,00, serão utilizados em várias frentes. Cerca de 30% beneficiará o Município de Brumadinho e sua população. Outros R$ 9,17 bilhões vão para o Programa de Transferência de Renda, que é um auxílio para moradores das regiões atingidas.

O dinheiro será utilizado também para investimentos em hospitais, construção do Rodoanel e melhorias no metrô de Belo Horizonte, em obras nas bacias do Paraopeba e Rio das Velhas para garantir o abastecimento de água na região metropolitana, e também na reparação ambiental.

Para a bacia do Rio Paraopeba serão destinados R$ 4,7 bilhões. Um conjunto de projetos de reparação socioeconômica e ambiental prevê a criação de 365 mil empregos diretos e indiretos, sendo que os projetos serão apresentados pelas prefeituras destes municípios atingidos.

E é aí que Pará de Minas entra. Recentemente o prefeito Elias Diniz (PSD) participou de uma reunião virtual com representantes do governo estadual, Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), Vale e dos 23 municípios afetados pelo rompimento da barragem.

No encontro foi discutido como a mineradora compensará financeiramente ou através de obras, os municípios afetados após o acordo com o Governo de MG.

Elias Diniz destaca que Pará de Minas terá R$ 83 milhões do acordo e alguns projetos já estão em desenvolvimento. Nesta primeira etapa o município já pode apresentar propostas na ordem de R$ 13 milhões:


Elias Diniz

eliasdinacval1

Elias Diniz ressalta ainda que os prefeitos da região precisam se unir e definir os projetos que beneficiarão não só uma cidade, como também o entorno. E os consórcios podem ajudar na elaboração e parte burocrática:

Elias Diniz
eliasdinacval2

Na bacia do Rio Paraopeba, além de Pará de Minas, também estão incluídos os municípios de Abaeté, Betim, Biquinhas, Brumadinho, Caetanópolis, Curvelo, Esmeraldas, Felixlândia, Florestal, Fortuna de Minas, Igarapé, Juatuba, Maravilhas, Mário Campos, Mateus Leme, Morada Nova de Minas, Paineiras, Papagaios, Pará de Minas, Paraopeba, Pequi, Pompéu, São Gonçalo do Abaeté, São Joaquim de Bicas, São José da Varginha e Três Marias.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!