Prefeitura investirá mais de R$ 700 mil em obras no parque de exposições de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Parque de Exposições Francisco Olivé Diniz foi construído no município na década de 1980 do século passado. Á época era um dos melhores do Estado de Minas Gerais, mas foi ficando obsoleto com o tempo.


O parque de exposições está localizado na Rua Francisco Cecílio Mendonça, 738, bairro João Paulo II. Ultimamente vem recebendo poucos eventos agropecuários. Mesmo aqueles que foram realizados recentemente atraíram poucas pessoas e foram alvo de muitas críticas, especialmente por parte de vereadores.


Além de festas com a participação de cantores famosos, o recinto está preparado para receber exposições de animais de raças conhecidas como Mangalarga Marchador e Campolina, Girolando, Gir leiteiro e Nelore, entre outras.


Mas nos últimos anos durante as festas de exposição agropecuária, os únicos animais encontrados no parque de exposições foram os cães que andam soltos pelas ruas da cidade. As baias ficaram vazias, sem cavalos ou bovinos para justificar o que deveria ser exposição agropecuária.


Por outro lado, a preocupação dos organizadores era apenas com shows. A falta de atrativos gerou reclamações dos donos de barracas ou que alugaram galpões para instalação de restaurantes que alegaram prejuízos por motivos diversos, desde o preço e a qualidade da cerveja até a grade shows.


O local também é utilizado esporadicamente para eventos de outros estilos, como campeonatos de som e festivais de pipas e papagaios, além de apresentações religiosas.


Mas aproximadamente 80% ou mais das dependências do parque de exposições ficam ociosas quase o ano inteiro. Para não deixar o local completamente abandonado, facilitando ainda mais a ação de marginais que furtam o que podem por lá, há alguns anos a gestão municipal transferiu para lá alguns órgãos estaduais e municipais.


No local funciona o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA); Emater-MG; O Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio. Isso gerou economia para o município que economizou com alugueis, mas gerou criticas por parte daqueles que precisam dos serviços desses órgãos devido à distância com a região central da cidade.


Outro serviço que funciona muito bem na pista de grama do parque de exposições é a Equoterapia. Custeada com verba pública, a terapia com cavalos ajuda a melhorar a coordenação motora de muitos pacientes que tiveram movimentos comprometidos pelos mais diversos motivos.


Desde a inauguração na década de 1980 do século passado, no primeiro governo do ex-prefeito Antônio Júlio de Faria (MDB), o parque de exposições passou por poucas reformas, como pintura, troca de lâmpadas, capina e poda de árvores.


Em 2015 que recebeu a maior manutenção até agora, com a troca da rede elétrica. A antiga já não mais suportava a realização de eventos e a prefeitura fez a troca.


Mas a situação deve mudar. A Diretoria de Compras e Contratos da Prefeitura de Pará de Minas publicou na segunda-feira, 1º de abril, a licitação na modalidade Tomada de Preços de número 6/2019.


A licitação é para a contratação de empresa que ficará responsável pela prestação de serviço de construção e reforma no parque exposições, incluindo o fornecimento de materiais. Ganha a empresa que enviar a proposta com menor preço.


Para realizar as obras de reforma no Parque de Exposições Francisco Olivé Diniz, a prefeitura de Pará de Minas anuncia investimento da ordem de R$ 706.964,58.  A abertura dos envelopes será no dia 22 de abril de 2019 às 14h.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!