Pará de Minas enfrenta surto de Dengue e Vigilância em Saúde ministra palestra sobre a doença para policiais militares

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Desde o final do ano passado, com a preocupação de uma possível epidemia de Dengue em Pará de Minas, a Secretaria Municipal de Saúde vem ampliando e intensificando ações de combate ao mosquito Aedes aegypti.

Além dos mutirões de limpeza realizados semanalmente, uma equipe tem feito palestras em escolas municipais, estaduais e particulares, empresas e até nas igrejas, durante as celebrações.


Tudo com o objetivo de alertar a população dos perigos do mosquito transmissor da Dengue, Febre Chikungunya e Zika vírus, e mostrar que todos devem fazer sua parte.

A situação em Pará de Minas é tão alarmante que apenas nos três primeiros meses deste ano, já são mais de 400 casos suspeitos notificados e 11 confirmados.

Por isso, os agentes têm trabalhado na conscientização que é a melhor arma contra o mosquito. A situação é tão preocupante que o município já está multando os paraminenses que não ajudam no combate ao mosquito transmissor da Dengue.


Nesta terça-feira, 2 de abril, quem recebeu os profissionais do Departamento de Vigilância em Saúde foram os militares da 19ª Companhia Independente de Polícia Militar.

Eles participaram de uma palestra com o agente de combate a endemias Rogério Francisco Marinho, que falou sobre situações vividas pelos agentes no dia a dia nas ruas, como combater focos do mosquito e como cada um pode ajudar:


Rogério Francisco Marinho
rogeriopalestra1

As ações educativas são realizadas pelo Departamento de Vigilância em Saúde das mais diversas formas com o objetivo de atender toda a população, de crianças a idosos. Mas segundo Rogério Francisco Marinho, as pessoas ouvem, mas infelizmente não colocam o que aprenderam em prática:

Rogério Francisco Marinho
rogeriopalestra2


Ele garantiu que o município ainda não enfrenta uma epidemia, e sim um surto epidemiológico de Dengue. Mas caso a população não se conscientize, os paraminenses podem vivenciar a terceira epidemia da doença:

Rogério Francisco Marinho
rogeriopalestra3

O agente ainda explicou que muitas pessoas se acomodaram e esperam os agentes de combate a endemias limpar os quintais:

Rogério Francisco Marinho
rogeriopalestra4

Alexandre da Silva Gonçalves é sargento da Polícia Militar e assistiu à palestra. Ele ressalta que os policiais também podem ajudar nesta conscientização, tanto em casa como diretamente com a população:


Alexandre da Silva Gonçalves
sgtalexandrepalestra

A palestra é oferecida gratuitamente às escolas, empresas, instituições, associações comunitárias e entidades do município. Basta agendar na Vigilância em Saúde nos telefones (37) 3236-4909 ou (37) 3231-7722.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!