Gás de cozinha mais caro impacta receita dos restaurantes; veja a média de preços praticada em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Março começou com novo aumento para os brasileiros. Se o gás de cozinha já estava caro, nesta terça-feira 2 de março, um novo reajuste de 5,2% encareceu ainda mais o produto. O botijão de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) de 13 kg custa R$ 36,69 para a distribuidora que deve repassar o novo preço para o consumidor final.

A Petrobras diz que o preço é baseado no valor do produto no mercado internacional e na taxa de câmbio. O preço fica ainda maior acrescido dos impostos estaduais e federais, custos para aquisição e a margem de lucro das companhias. O governo zerou por dois meses os impostos federais sobre o diesel e o gás de cozinha, mas de acordo com economistas no caso do gás de cozinha o impacto representa cerca de 3% e o consumidor nem sentirá redução do preço.

Cláudia Aparecida Ribeiro ainda não comprou o gás com o novo valor, mas os aumentos anteriores fazem com que ela tente economizar de outras formas para manter o restaurante aberto. No estabelecimento são utilizados em média 15 botijões de gás por mês.

O Portal GRNEWS fez uma pesquisa nas revendedoras de Pará de Minas e o preço varia entre R$ 83 e R$ 96 para entregar. Isso significa, em uma conta rápida, que se comprar no local mais barato, somente de gás a comerciante vai gastar R$ 1.245,00 todo mês:


Cláudia Aparecida Ribeiro

claudiaaprgas1

Na pesquisa realizada pelo Portal GRNEWS, as revendedoras ofereceram o botijão de gás de13 kg pelos preços de R$ 83, R$ 84,90, R$ 86,90, R$ 88, R$ 90, R$ 92 e R$ 96 já entregue e instalado. Por isso é importante pesquisar sempre e ver os benefícios que cada empresa oferece ao cliente.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!