Vereadores aprovam cessão de uso de terreno para ASCAMP e doação de R$ 30 mil para Cidade Ozanam

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Os 17 vereadores paraminenses se reuniram mais uma vez na noite desta segunda-feira, 1º de junho. Em pauta a votação de vários requerimentos e seis projetos de lei.

O primeiro a ser votado foi o de número 28/2020 que cria o Banco Municipal de Materiais Ortopédicos no Município de Pará de Minas. De autoria do vereador Ênio Talma Ferreira de Rezende, o projeto foi aprovado em duas votações por 15 votos a zero.


Já o Projeto de Lei (PL) nº 36/2019 regulamenta a colocação de placas informativas em todas as obras públicas realizadas no Município de Pará de Minas. O projeto é de autoria de Mário Justino (PRB) e foi aprovado por 15 votos a zero.

De autoria do vereador Antônio Carlos dos Santos (PTB), o PL 43/2020 também foi aprovado nas duas votações e denomina Djair Silvestre da Silva a Rua 4, em frente a Avenida João Paulo II no bairro Padre Libério.


Um dos projetos mais polêmicos votados na noite desta segunda-feira (1º) foi o 52/2020 que cedeu por mais 60 meses o espaço já utilizado pela Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Pará de Minas (ASCAMP). Para o presidente da Câmara, Marcílio Magela de Souza (MDB), o projeto ajuda a associação a manter as atividades:


Marcílio Magela de Souza
marcilioreuniao010620

O Projeto de Lei 55/2020 entrou em pauta, mas teve pedido de vistas do vereador Daniel de Melo Oliveira (SD). Ele é considerado polêmico, pois autoriza o Município a isentar o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) à Turi, responsável pelo transporte coletivo urbano.

Os vereadores também aprovaram o PL 58/2020 por 15 votos a zero. Ele autorizou o Município a promover abertura de crédito de R$ 30 mil à Cidade Ozanam. O vereador Marcos Aurélio dos Santos (DEM) votou favorável e cita os benefícios que o espaço proporciona a tantos idosos:


Marcos Aurélio dos Santos
marcosreuniao010620

O secretário Municipal de Saúde Wagner Magesty fez o uso da tribuna e explicou detalhadamente aos vereadores a situação da COVID-19 na cidade. Citou ainda os novos casos confirmados de trabalhadores de empreiteiras vinculadas a mineradora Vale na comunidade de Meireles e sobre os testes que começam a ser feitos ainda nesta semana nos moradores do distrito.

Marcus Vinícius Rios Faria (MDB) aproveitou o momento e criticou a atual gestão municipal. Segundo ele fica difícil saber em quem confiar diante tantas falas distintas:


Marcus Vinícius Rios Faria
marcusvreuniao010620

Novo encontro dos vereadores paraminenses está marcado para segunda-feira, 8 de junho, às 18 horas. A população pode participar das reuniões e todos cuidados foram tomados para evitar a propagação do novo coronavírus. Algumas poltronas foram desativadas para se manter o distanciamento social e para entrar no Plenário é preciso uso de máscara e álcool em gel.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!