CRLV 2017 será cobrado pela Polícia Militar a partir desta quinta. Quem não portar o documento será multado

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A partir desta quinta-feira, 1º de junho, terá início à cobrança do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) de 2017. Os condutores que não portarem o documento serão multados.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A cobrança do documento vale para veículos com placas de finais 1, 2, 3, 4 e 5. A multa dos que estiverem em situação irregular pode chegar a R$ 300,00. O condutor perderá sete pontos na carteira e o veículo será removido.

No caso dos veículos com placa final de 6 a 0, o porte obrigatório do documento de 2017 será exigido a partir do dia 1º de julho.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o cidadão que dirigir um veículo sem estar registrado e licenciado comete infração gravíssima e está sujeito a uma multa de R$ 293,47, perda de 7 pontos na Carteira Nacional de Habitação (CNH), além da remoção do veículo.

Para receber o documento pelos Correios o proprietário deverá ter quitado o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), o Seguro Obrigatório (DPVAT) e a Taxa de Licenciamento.

Quem ainda não recebeu o documento, pode consultar a situação do veículo no site do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (DETRAN-MG). Outras informações também podem ser obtidas na Delegacia de Trânsito.

De acordo com sargento Arnaldo Alves de Araújo, comandante do Grupamento da Polícia Militar Rodoviária Estadual em Pará de Minas, os condutores precisam ficar atentos porque em muitos casos o licenciamento não enviado por causa de multas pendentes:


Arnaldo Alves de Araújo
crlvsargentoarnaldoalvesdearaujo1

O militar orienta todos os motoristas a portarem o CRLV referente ao exercício 2017 para evitar quaisquer transtornos junto à fiscalização. Ele lembra que em algumas regiões os policiais não conseguem contato com o sistema através de rádio ou internet para acessar o banco de dados e verificar a situação do veículo fiscalizado:

Arnaldo Alves de Araújo
crlvsargentoarnaldoalvesdearaujo2

O endereço para envio do documento do veículo será aquele que constar no registro. Por isso é importante que esses dados estejam atualizados. O correio realizará três tentativas de entrega.

Numa abordagem policial durante uma blitz de trânsito, os policiais militares não aceitarão a apresentação dos comprovantes de pagamento das taxas. O documento exigido será exclusivamente o CRLV 2017.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!