Mutirão de limpeza será realizado em mais três bairros para combater transmissor da Dengue. Saiba quais são

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A cada semana a Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulga novo boletim epidemiológico da Dengue, Zika vírus e Febre Chikungunya. Os números continuam assustando e Minas já vive a segunda maior epidemia da doença na história. São mais de 460 mil casos prováveis.

Em Pará de Minas a situação continua de alerta máximo pois os números só crescem. Segundo a SES já são 2.735 notificações mas esses dados podem chegar a 2.937 casos. Foram notificados cinco casos de Zika e outros 12 de Febre Chikungunya.

A Secretaria Municipal de Saúde tem feito sua parte desde o fim de 2018. Após reclamações de demora no atendimento na UPA 24 horas, Unidades Básicas de Saúde (UBS) ficaram abertas em horário especial até às 21 horas. Além disso, a Vigilância Sanitária iniciou um trabalho constante. Departamentos ficaram responsáveis por conscientizar a população, outros fiscalizam residências e empresas.

Já o Setor de Combate a Endemias intensificou os mutirões de limpeza. Novos agentes foram contratados e trabalham lado a lado com a população que também deve fazer sua parte.

A cada semana as equipes se concentram em um bairro e o que os moradores colocam pra fora de casa é recolhido, como vasilhas, pneus, eletroeletrônicos que estavam jogados no quintal, tudo que serve de criadouro é levado.

Nesta semana os mutirões continuam. Desta vez os agentes estarão nos residenciais Cecília Meireles, Capanema e no bairro Prefeito Walter Martins Ferreira nos dias 1º e 2 de agosto, como conta o gerente de Combate a Endemias Adailton Antônio Moreira:

Adailton Antônio Moreira
adailtonmoreiramut081


Qualquer tipo de material que possa acumular água é recolhido pelos funcionários do setor. O caminhão passa mais de uma vez em cada rua mas Adailton Moreira faz um pedido aos moradores:

Adailton Antônio Moreira
adailtonmoreiramut082

Relembrando: o mutirão acontece a partir das 7 horas e vai até às 15 horas. É preciso colocar os materiais inservíveis na porta de casa que o caminhão passa, recolhe e dá um destino correto a estes entulhos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!