Minas Gerais vive segunda maior epidemia de Dengue com 460.721 casos; Pará de Minas chega a quase 3 mil notificações

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Os números já estão próximos do que foi registrado em todo o ano de 2016, considerada a maior epidemia de Dengue no estado. Naquele ano foram 517.80 casos de Dengue em Minas Gerais e até agora são 460.721 notificações. Os mineiros passaram por três grandes epidemias em 2010, 2013 e 2016.

O novo boletim epidemiológico emitido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) mostra que as notificações continuam crescendo em toda Minas Gerais.

Já são 117 mortes decorrentes da Dengue no estado. Na regional de Divinópolis foram confirmados óbitos. Na cidade sede da regional de Saúde foram sete; em Arcos, Carmo do Cajuru, Lagoa da Prata, Pitangui e São Gonçalo do Pará, em cada cidade; e dois em Martinho Campos.

Quanto à Febre Chikungunya são 2.665 casos prováveis da doença em 2019 e em relação à Zika foram registradas 958 notificações.

Em Pará de Minas houve diminuição no número de casos prováveis. É que alguns já foram descartados após análise da Fundação Ezequiel Dias (Funed). De acordo com o boletim são 2.735 notificações mas a probabilidade é que este número chegue a 2.937 casos.

Quanto à Zika continuam cinco notificações e outras 12 para Febre Chikungunya.

O boletim mostra ainda os registros feitos nas últimas quatro semanas. Em Pará de Minas foram 20 novas notificações para Dengue.

Com estes dados continua o alerta para os paraminenses continuarem atentos e juntos combater o mosquito Aedes aegytpi.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!