Trabalhadores da cultura, de eventos e artistas marcam manifestação para cobrar ajuda da prefeitura durante pandemia

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O setor cultural em geral foi o primeiro a parar e deve ser um dos últimos a voltar quando enfim o Brasil se ver longe da pandemia do novo coronavírus. Artistas, trabalhadores do setor em geral estão desanimados, pois os casos continuam aumentando no país e não é possível visualizar quando tudo isto terá fim.

Recentemente o governo federal anunciou R$ 3 bilhões a serem destinados aos trabalhadores do setor através dos municípios. As prefeituras tem ajudado estas pessoas a se cadastrar para terem direito a este auxílio emergencial mas perto do que ganhavam anteriormente, o valor é bem abaixo. Sem contar que nem sinal de dinheiro por enquanto.

Diante da incerteza, trabalhadores da cultura e lazer, de eventos em geral, se reuniram com representantes do Município e levaram até eles a ideia de uma live onde todos participariam e como há verbas a destinadas a eventos, o valor seria dividido entre todos os artistas da cidade.

Uma ajuda que viria em boa hora como contou ao Portal GRNEWS o cantor e também empresário, Célio Galvão:


Célio Galvão
cegalmanifest1

O projeto foi apresentado, a Prefeitura de Pará de Minas gostou, mas segundo representantes, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), através da Comarca de Pará de Minas, teria barrado por ser ano eleitoral.

Os trabalhadores então procuraram a Promotoria de Justiça da Comarca que garantiu não ter nada a ver com a decisão:

Célio Galvão
cegalmanifest2

Diante das promessas que não foram cumpridas, os trabalhadores do setor prometem uma manifestação pacífica no sábado, 29 de agosto:

Célio Galvão
cegalmanifest3

A concentração será na praça Padre José Pereira Coelho no sábado, 29 de agosto, às 9 horas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!