Mais de 20 mil mineiros diagnosticados com Síndrome Respiratória Grave; 132 por influenza e 15 morreram

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O tempo seco e frio aumenta o número de casos de gripe em todo o país. Em Minas Gerais, até agora, 20.297 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) foram notificados. O Portal GRNEWS observou no informe que destes, 132 foram causados pela Influenza após amostras serem enviadas para análise. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), 15 mortes foram confirmadas.

Os casos são divididos em dois grupos, sendo que na SRAG o indivíduo está hospitalizado com febre, tosse ou dor de garganta. Já o outro caso, é da Síndrome Gripal (SG), quando o indivíduo está com febre e iniciou os sintomas nos últimos sete dias.

Quando é confirmada SRAG, o paciente é hospitalizado. Nestes casos, a Influenza tipo A foi a que mais debilitou os mineiros, em 56,82% dos casos. A H1N1 teve incidência de 45,33%.

Em 14% dos casos, o paciente evoluiu para óbito após complicações da Síndrome Respiratória Aguda Grave. A maioria em Betim, Belo Horizonte, Ribeirão das Neves e Uberlândia. Na região Centro-Oeste foi confirmado um óbito em Bom Despacho e outro em Formiga.

A presença de comorbidades é considerada fator de risco no desfecho da SRAG por Influenza e outros vírus respiratórios. Além disso, em muitos casos foi detectado que o paciente não se imunizou contra a gripe.

Em Minas Gerais a vacinação contra a Influenza atingiu 93,28% do público alvo e mais de seis milhões de doses foram distribuídas.

Além da vacinação é importante a prevenção. Entre as dicas estão lavar bem as mãos com água e sabão; beber bastante água; manter as vias respiratórias bem hidratadas dificultando assim a entrada de vírus e bactérias; evitar locais com muitas pessoas e com pouca circulação de ar; nunca usar as mãos para tossir ou espirrar; evitar compartilhar alimentos, copos, talheres, toalhas e outros objetos de uso pessoal; crianças menores de seis meses, que ainda não receberam todas as vacinas, não devem ser expostas a locais com aglomerações de pessoas, como shoppings e ônibus; não tomar medicamentos sem orientação médica; e diante de qualquer sintoma de gripe, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!