Município elabora novas licitações para concluir reformas nos prédios da prefeitura e Centro Literário

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Durante a gestão do ex-prefeito Antônio Júlio de Faria (PMDB) foram realizados os processos licitatórios e as empresas vencedoras assumiram as obras de reforma dos prédios da Prefeitura de Pará de Minas e do Centro Literário Pedro Nestor.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Para reformar o prédio do Centro Literário a verba era de R$ 250 mil liberada pelo Governo de Minas Gerais mais uma contrapartida de R$ 150 mil da Prefeitura de Pará de Minas. A previsão era de que a obras fossem concluídas em seis meses.

Já o prédio da prefeitura passou por obras de melhorias no sistema de ar condicionado, sistema telefônico, de rede de computadores e de proteção contra descargas atmosféricas, entre outras estruturas.

O objetivo era modernizar o antigo edifício para atender as demandas atuais. Os recursos foram adquiridos por meio de um empréstimo contraído junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Centro Literário Pedro Nestor – Perspectiva – Divulgação Prefeitura de Pará de Minas

A previsão inicial era investir na obra a quantia de R$ 1,1 milhão. A expectativa era de que a reforma fosse concluída em meados do ano de 2016, o que acabou não acontecendo.

Nesses dois casos as empreiteiras que venceram as licitações e assumiram a execução dos projetos abandonaram os canteiros de obras. Com isso o município ficou prejudicado e não foi possível concluir as benfeitorias nos dois prédios públicos.

A atual administração assumiu a prefeitura em 1º de janeiro de 2017 e vem trabalhando para sanar estes problemas. De acordo com Júlio César de Oliveira, procurador Geral do Município, os novos processos licitatórios serão abertos para que outras empresas concluam os projetos:


Júlio César de Oliveira
reformasjuliocesar1

Apesar dos abandonos das duas obras, ele explica que os recursos financeiros estão assegurados em contas específicas. Agora estão sendo realizados os procedimentos jurídicos e administrativos para concluir o restante das obras:

Júlio César de Oliveira
reformasjuliocesar2

Caso não haja alterações, o projeto do Centro Literário previa a construção de um salão de eventos e uma galeria para exposição de obras de artes. Os dois prédios também foram contemplados com adaptações para garantir a acessibilidade a idosos e portadores de deficiência física.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!