Suspeita de descarte de esgoto industrial no Paciência recai sobre a Itambé e promotor apura denúncias

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Nos últimos meses foram registradas diversas denúncias de descarte irregular de efluentes industriais no ribeirão Paciência, em Pará de Minas. Algumas pessoas registram a poluição através de fotos e vídeos e compartilham em redes sociais.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A Concessionária Águas de Pará de Minas, responsável pelo serviço de tratamento de água e esgoto no município, já coletou amostras para análise em laboratório do material descartado e os laudos foram apresentados as autoridades.


A Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal também esteve no local onde ocorre o descarte irregular de esgoto e acionou a Polícia Militar de Meio Ambiente para registrar o fato. Foram encontrados peixes mortos boiando por falta de oxigenação na água.

Além disso, o cheiro insuportável se espalhou por grande parte da cidade. Os vereadores trabalharam na confecção de diversos relatórios e laudos técnicos e apresentaram denúncia ao Ministério Público da Comarca.


A questão também vem sendo acompanhada de perto pelo Promotor de Justiça e Curador do Meio Ambiente na Comarca de Pará de Minas, Delano Azevedo Rodrigues. Ele confirma que as denúncias foram recebidas e já foi instaurado um inquérito civil público para apurar todas as informações:


Delano Azevedo Rodrigues
efluentesribeiraodelanoazevedo1

O representante do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) ressalta que o monitoramento deverá ser feito de forma constante para que as empresas não venham a causar poluição ao curso d’água e danos ambientais incalculáveis:

Delano Azevedo Rodrigues
efluentesribeiraodelanoazevedo2

Ele explica que nesses casos de poluição de mananciais os responsáveis deverão responder um processo criminal e outro cível. Além disso, serão adotadas medidas administrativas para sanar o grave problema:

Delano Azevedo Rodrigues
efluentesribeiraodelanoazevedo3

A Promotoria de Justiça acionou a Superintendência Regional de Meio Ambiente (SUPRAM) para ajudar na apuração dos fatos e tomar todas as medidas cabíveis junto à empresa responsável pelos efluentes.

A suspeita de descarte irregular de esgoto no ribeirão Paciência recai sobre a Itambé, conforme citado pelo promotor de Justiça Delano Azevedo Rodrigues. A reportagem do Portal GRNEWS tentou contato com a empresa em Pará de Minas na manhã desta quinta-feira, 22 de junho, para ouvir a versão de seus dirigentes sobre o caso. Fomos informados que a pessoa responsável pela área ambiental da empresa retornaria o contato com os devidos esclarecimentos, o que não ocorreu até esta publicação. O espaço continua aberto para que a empresa possa se manifestar sobre o assunto.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!