Cobertura vacinal contra a febre aftosa atinge quase 100% nos bovinos da região de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Durante o mês de maio foi realizada pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) a primeira etapa da campanha de vacinação contra a Febre Aftosa em 2017. Pecuaristas que possuem bovinos e bubalinos estavam obrigados a imunizar os rebanhos.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A vacinação é obrigatória e a principal forma de prevenir o gado contra a doença. O prazo para declarar o procedimento se encerrou no dia 10 de junho e agora o sistema via internet não está mais recebendo os dados.

Os pecuaristas que não protegeram os rebanhos serão multados em R$ 81,29 por cabeça. Os animais são vacinados em duas etapas: nesta primeira etapa todos os animais, a partir de um dia de idade.

Na segunda etapa, durante o mês de novembro, somente os animais com idade até 24 meses deverão ser vacinados. Para comprar a vacina é preciso informar à casa comercial o número do CFP/CNPJ do criador.

De acordo com Lucas Silva Jardim, chefe do Escritório Seccional do IMA em Pará de Minas, o índice de bovinos vacinados na região foi de 98,41% e o de bubalinos chegou a 99,78%. Números expressivos que comprovam o sucesso da campanha:


Lucas Silva Jardim
vacinaaftosalucassilvajardim1

Ele explica que os fiscais devem fazer um levantamento minucioso das propriedades que estão inadimplentes em relação à vacinação dos animais. Mesmo com o fim da campanha os produtores podem imunizar o gado e fazer a declaração no escritório do IMA:

Lucas Silva Jardim
vacinaaftosalucassilvajardim2

Vale ressaltar que os produtores rurais devem ficar atentos e manter atualizado o cadastro de animais no IMA. Essas informações são muito importantes para que cada caso seja analisado criteriosamente:

Lucas Silva Jardim
vacinaaftosalucassilvajardim3

O produtor que vacinou e não fez a declaração obrigatória até o dia 10 de junho está sujeito a ser penalizado com uma multa de 5 Ufemgs, o que equivale a R$ 16,26 por cabeça.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!