Delegado dá dicas para se livrar de estelionatários e não receber notas falsas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

ldo_dinheiro_notas
Com a crise econômica apertando o orçamento, muitas pessoas mal intencionadas ou estelionatários acabam colocando notas falsas em circulação. A prática é considerada crime com pena de reclusão de três a doze anos, além de multa.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Por isso é muito importante prestar bastante atenção aos itens de segurança das cédulas para identificar o dinheiro falso e tomar as medidas cabíveis para cada caso. Existem várias situações em que as notas falsas podem chegar às mãos das vítimas.

Se o dinheiro suspeito for sacado no caixa eletrônico ou caixa 24 horas, as cédulas devem ser entregues em qualquer agência do qual a pessoa seja correntista e o banco é obrigado a trocar o dinheiro. Isso também vale para os aposentados que não têm conta em banco e sacaram as cédulas suspeitas.

Como as agências têm o registro da movimentação nos caixas, não é necessário apresentar extratos para fazer a substituição. Também não é exigido o registro de boletins de ocorrência. Basta procurar o banco de imediato.

Se o cidadão receber dinheiro falso em outras operações, como em compras e vendas no comércio, a recomendação é entregar as cédulas em qualquer banco. Nesse caso, a agência vai registrar os dados pessoais do cidadão.

As cédulas serão enviadas em até 45 dias para o Banco Central (BC), que vai analisar o dinheiro em até 20 dias depois de receber o dinheiro. Se ficar comprovado que ele é legítimo, a pessoa será reembolsada e o dinheiro será creditado na conta corrente. Caso contrário, não há ressarcimento.

O processo pode ser acompanhado na página do Banco Central na Internet. Segundo Carlos Henrique Gomes Bueno, delegado titular da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Pará de Minas, os casos de falsificação são apurados pela Polícia Federal e os estelionatos ficam com a Polícia Civil:

Carlos Henrique Gomes Bueno
carlhenr_ntsfl1

carlhenr_ntsfl
O delegado ressalta que a pessoa não pode tentar passar a cédula falsa para outros, porque estaria incorrendo em crime. Por isso é importante resolver a situação cumprindo o que determina a lei:

Carlos Henrique Gomes Bueno
carlhenr_ntsfl2

Algumas dicas para que as pessoas saibam como identificar dinheiro falso e tomar as devidas providências:

  • Observar a marca d’água segurando a cédula contra a luz e olhar pela frente da nota, observando na área clara as figuras que representam os animais.
  • Ao sentir o alto-relevo, você percebe a diferença de tato em algumas áreas da nota, como no numeral do canto inferior esquerdo e nas extremidades laterais da nota.
  • Sempre que possível, comparar a cédula suspeita com outra que se tenha certeza ser verdadeira.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!