Médicos do HNSC dizem que atraso de alguns pagamentos chega a 10 meses e podem parar parcialmente

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

evandro_ferreira_guimaraes181016
Na noite desta terça-feira, 18 de outubro, os médicos que atendem no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) se reuniram para discutir as dificuldades enfrentadas pela classe que não está recebendo pelos serviços prestados.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Durante o encontro eles relataram que o dinheiro das cirurgias realizadas desde o mês de março foi retido pela diretoria do HNSC. Esse recurso que deveria ser usado para pagar pelo serviço realizado pelos médicos, foi direcionado para quitar dívidas com fornecedores e salários dos funcionários do hospital, conforme disseram os médicos. Também afirmaram que os plantonistas estão com salários atrasados há quase três meses.

O Diretor Clínico do Hospital Nossa Senhora da Conceição, Evandro Ferreira Campos, argumenta que a situação dos médicos que atendem naquela unidade de saúde está ficando insuportável.

Por isso, redigiram uma ata da reunião da noite desta terça (18) e a mesma será encaminhada para o Conselho Regional de Medicina (CRM) para análise. Ele antecipa que se em 30 dias as coisas não se resolverem, os médicos poderão iniciar uma paralisação parcial dos serviços prestados:

Evandro Ferreira Campos
medicoevandro1

O médico Evandro Ferreira Campos também estava ciente da reunião realizada na tarde desta terça-feira (18) no Plenarinho da Câmara Municipal de Pará de Minas envolvendo vereadores, diretores do hospital, além do prefeito eleito Elias Diniz e seu vice Zezé Porfírio. Na ocasião foi ventilada a possibilidade de a Câmara Municipal devolver dinheiro para a prefeitura, para que a quantia fosse repassada para pagar dívidas do HNSC.

Sobre esta questão o médico diz não saber o plano da diretoria, mas o dinheiro poderia chegar em boa hora para aliviar a situação dos médicos que estão sem receber por alguns serviços prestados há cerca de 10 meses. Para ele, qualquer outro profissional que ficasse tanto tempo sem receber salários já teria cruzado os braços, mas os médicos não podem fazer isso de qualquer maneira:

Evandro Ferreira Campos
medicoevandro2

O pediatra Paulo Lobato Menezes lembra que nesta terça, (18), é comemorado o Dia do Médico, mas os profissionais que atuam no Hospital Nossa Senhora da Conceição não tem razões para comemorar.

Ele acrescenta que as responsabilidades são enormes e os plantonistas estão sem receber há quase três meses. Paulo Lobato Menezes disse ainda que está prestes a completar 40 anos de atuação e nunca viu uma situação tão crítica como agora no HNSC:

paulo_lobato181016
Paulo Lobato Menezes
medicopaulolobato

Os médicos do Hospital Nossa Senhora da Conceição entregarão nesta quarta (19), a ata da reunião para o Conselho Regional de Medicina com sinalização de paralisação parcial da prestação de serviços no HNSC, caso não recebam os salários atrasados.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!