IEF fornece arame para cercar nascentes em terrenos que não foram notificados pelo Ministério Público

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


As queimadas que atingem a região de Pará de Minas nos últimos dias continuam gerando preocupação e discussões entre o poder público e a população. Nesta segunda-feira, 11 de setembro, as chamas fizeram grandes estragos.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Algumas residências nos bairros Várzea e Jardim Castelo Branco foram atingidas pelas chamas. A fumaça se espalhou por toda a cidade e dificultando a vida das pessoas que sofrem com doenças respiratórias.

Outra grande preocupação está relacionada a falta d’água. O recurso natural é insubstituível e fundamentam para a manutenção da vida saudável e bem estar do homem, além de garantir a autossuficiência das propriedades rurais.

Nas últimas décadas vem ocorrendo o desmatamento de encostas e das matas ciliares, além do uso inadequado dos solos. Isso tem contribuindo para a diminuição da quantidade e qualidade da água.

Para a recuperação e preservação das nascentes e mananciais em propriedades rurais podem ser adotadas algumas medidas de proteção do solo e da vegetação que englobam desde a eliminação das práticas de queimadas até o enriquecimento das matas nativas.

A construção de cercas na área da nascente também evita a entrada dos animais que provocam o pisoteio e a compactação do solo. Outra medida importante é a limpeza em volta da cerca para evitar que o fogo atinja a área de nascente nos casos de incêndio.

De acordo com Ana Gabriela Fagundes, engenheira do Instituto Estadual de Florestas (IEF), há cerca de cinco anos existiam dois programas para conservação e manutenção das áreas de preservação permanente.

Ela informa que sobrou algum material e muitas pessoas passaram a procurar o órgão para fazer o cercamento. Entretanto, o IEF tem concedido apenas o arame para a construção das cercas:


Ana Gabriela Fagundes
cercamentosanagabriela1

A grande maioria dos proprietários de terrenos rurais que estão procurando o IEF foi notificada pelo Ministério Público de Minas Gerais, por meio da Promotoria do Meio Ambiente. Nesses casos o material para o cercamento não pode ser fornecido:

Ana Gabriela Fagundes
cercamentosanagabriela2

Quem quiser mais informações, pode procurar 0 viveiro do IEF está localizado no bairro da Várzea, ao lado da Escola Municipal de Artes e Ofícios Raimundo Nogueira de Faria (Sica), em Pará de Minas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!